Connect with us

Esporte Eletrônico

Quarentena influencia os treinos em período de COVID-19

Publicado

on

A princípio, é interessante comentar os efeitos da quarentena para todas as pessoas de maneira geral. Por conta da pandemia, a maioria das pessoas se encontra dentro de suas residências para evitar a propagação do vírus. 

O jogador profissional já segue uma rotina diferente, onde fica em frente ao computador grande parte do tempo, seja para treino individual, streams em diversas plataformas para interagir com seu público, scrim; que são os jogos de treino contra outras equipes, seja a academy da própria org, como pode se tratar de outros times; e mil e uma outras opções.

quarentena

Efeitos da quarentena nos locais de trabalho

As pessoas ao redor dos jogadores profissionais nem sempre tem esse mesmo tipo de rotina, ou se sentem confortáveis com toda essa situação (Familiares, Profissionais que trabalham dentro da GH mantendo um ambiente limpo e organizado devido a quarentena). As situações variam de acordo com a Tier (Nível competitivo que a equipe se encontra como por exemplo primeira divisão do futebol ou segunda divisão) e ambiente que o profissional de e-sports no Brasil se encontra. Saiba mais AQUI.

Se for um profissional tanto do Tier 1 quanto Tier 2, tendo ambiente de trabalho não sofrido os efeitos da quarentena, acabam por não afetar tanto o humor e a rotina do pessoal dentro da GH e seu dia a dia, mas não se pode esquecer que os profissionais de e-sports são gente que nem a gente, e possuem familiares, amigos e pessoas queridas, das quais sentem falta e que esse sentimento pode acabar afetando o desempenho de futuros treinos, soloQ, campeonatos, stream etc. 

Outro elemento importante para os jogadores do Tier 1 e 2 é o fato de não ter mais uma parte dos campeonatos que originalmente são presenciais, mudando graças ao distanciamento social criado pelo COVID; agora os jogadores irão jogar de dentro das Gamehouses, assim alterando o emocional por não existir uma presença de torcida, ver o outro time à sua frente, emoções de maneira geral que estamos acostumados em torneios físicos. Esse grande conjunto acaba se tornando uma bola de neve que pode ou não influenciar nos resultados (Vitória ou Derrota).

Para os jogadores do Tier 3 e aspirantes tentando conseguir uma vaga no Tier 2, ou até mesmo ingressar em um time melhor que se encontra disputando campeonatos maiores, a quarentena pode afetar ainda mais a pressão pessoal e alheia, interferindo no desempenho.

A primeira diferença entra na questão humana de muitas famílias de diversos jogadores não terem a visão do e-sports como uma profissão real, mas como um passatempo e/ou diversão dos filhos (até por conta da maior parte do público ser jovem). Neste caso, não respeitam o espaço e não fornecem um ambiente bom para se desenvolverem no meio, que, além de muito competitivo, são poucas as vagas nos grandes times, e exige muito esforço, disponibilidade e condições mínimas para evoluir e chegar a ser recrutado, seja em uma peneira, tryouts etc.

Essa questão familiar para os jogadores aspirantes pode envolver:

  • Não respeitar o momento do jogador durante seu jogo;
  • Utilização da internet em outros eletrônicos;
  • Assistindo vídeos que carregam a conexão do jogador na partida e afeta diretamente seu desempenho;
  • Stress e falta de respeito;

Dentro outros exemplos que apenas se agravam na pandemia, já que a maioria das pessoas vão se encontrar em casa e vão querer interagir a maior parte do tempo e frustrando-se ao não conseguir por conta do jogador estar desempenhando sua função, o que acaba criando um atrito facilmente.

Para os jogadores que já desenvolveram uma independência financeira e se encontram nos centros de treinamento, gamehouses e offices a questão da saúde mental varia de pessoa para pessoa e depende bastante de que tipo de ambiente e conteúdo em que a mesma busca ou é exposta.

A minha opinião sobre a quarentena na rotina dos jogadores é que os mesmos devem ter uma atenção especial em relação ao comportamento (verificar se há mudanças nessa época e dar suporte aos que apresentarem problemas) e sempre procurar desenvolver a mente dos jogadores com atividades em grupo e uma atenção especial colocada na interação deles, algo que anime seu dia e crie boas energias nesse momento louco em que estamos vivendo; lembrando que devemos sempre procurar confortar pessoas que são mais sensíveis ou tem dificuldades maiores no que se diz à respeito do emocional.

Clique para comentar