Connect with us

Entretenimento

RPG de Mesa: A Congregação das Bruxas Episódio 4

Publicado

on

Nesta sexta-feira (4), aconteceu o quarto episódio de A Congregação das Bruxas. Na última sessão, os personagens terminaram dentro do hotel Flor de Lis, quando Artie observa alguém estranho saindo do elevador. Era um rapaz que estava com um sobretudo e chapéu, carregando duas malas bem grandes que não aparentam ser malas contendo roupas, saindo do hotel.

Primeira Parte

O Artie sente uma energia estranha com aquele homem segurando aquela mala e vai atrás dele, mas ao sair do hotel em busca do cara, ele não está em lugar algum. Ele da uma volta mas não consegue encontrar o cara e volta para o hotel.

Enquanto isso, o Peter reserva dois quartos, a Sami e o Jon-Jon ficarão em um e o Peter com o Artie. Ao chegar no quarto, Artie relata para seu colega de quarto sobre o cara e a mala. Depois de uma noite de sono, o Peter foi até o gerente e procurar saber sobre o homem que saiu rapidamente do hotel.

O gerente informa que ninguém fez checkout no hotel próximo desse horário, mas o gerante Samuel informou que a última pessoa que saiu era o Edimilson Almeida, que fez checkin em algum momento naquele hotel. Era um senhor de 65 anos, calvo e nascido em Curitiba. Foi informado também a saída de um casal de jovens, o Daniel Silva e a Bruna Silva.

O checkin do Edmilson foi feito há 5 dias atrás, e o checkout foi feito ontem. Peter repassou as informações e mostra os documentos, mas o Artie não reconhece se é o mesmo da foto, já que não conseguiu ver a foto.

Artie vai até o gerente Samuel, pedindo as câmaras de segurança para saber sobre o homem misterioso. Porém, a equipe de segurança do hotel só chegará mais tarde.

Sami e Peter vão para o condomínio em busca de pistas e o Artie e o Jon-Jon irão em busca de pistas do senhor com a mala. Peter e Sami encontraram com o senhor Emanuel em seu condomínio e eles deparam com um senhor gordinho, com cabelo quase raspado. Ele é uma das últimas pessoas que encontrou a Rafaela na noite de seu desaparecimento.

Após entrevistar o Emanuel e não obter muitas pistas, ele vai para a casa da Rafaela, para tentar conversar com sua mãe. Porém, o Jurandi, pai da Rafaela, não foi muito receptivo, e ele não consegue atravessa-lo para ir de encontro a Wanessa.

O Artie e Jon-Jon conversam com o Samuel que relata não ter muita coisa de estranho, mas com algo suspeito por poucos segundos, onde a gravação parecia faltar. A gravação é do checkin e mostra um senhor pequeno, não muito grande como o outro e o rosto bate com a feição do documento do Edmilson.

Ao olhar para a câmara do Artie seguindo o homem encapuzado, ele percebe que o cara simplesmente desaparece e nota um freixo de luz sair assim que desapareceu.

Sami Zambrano. Imagem: Divulgação/Cadu Pavão
Sami Zambrano. Imagem: Divulgação/Cadu Pavão

Segunda Parte de A Congregação das Bruxas

Ao observar a situação, Artie chama o Jon-Jon para o canto e explica que o cara começou a brilhar e desapareceu. Eles decidem ir até a delegacia, buscar sobre o paradeiro do Edmilson. Porém, a atendente da delegacia não conseguiu encontrar nenhum registro sobre ele.

Sami e Peter percebe que a mulher do senhor Emanuel acaba de chegar e que já chega sabendo quem encontraria, oferecendo ajuda. Joana se apresenta e tenta ajudar sobre o que aconteceu no dia que o agente Marcelo foi até a casa dela.

Dona Joana está bastante preocupada pelo fato de ter sido a outra última pessoa a ver a Rafaela. Ela relata que o Jurandi barrou da sua família encontrar com a dele, desde o acidente. Porém, sem muito sucesso com novas pistas, eles saem da casa da Dona Joana e Senhor Emanuel e partem para a floresta que tem em frente ao condomínio.

Jon-Jon e Artie vão até uma loja de camping em buscas de pistas e se passaram por lá alguns dos investigados. Ao entrar na loja, eles reparam que tem uma aura bem diferente e que um anão era o atendente. Essas auras vem de armas que o próprio anão (anão raça e não anão de nanismo) fez. Armas como balestra, arco, facas… e não armas de fogo.

Eles conhecem a oficina do anão, que é bastante rica em material bastante ricos e com muito brilho por causa da aura que elas carregam. O anão pega a balestra do Artie e fortalece ela com algo mistico.

A Sami e o Peter, ao entrar na floresta, sente que aquele lugar não é agradável para humanos. Seguindo uma trilha, eles encontram um lugar com árvores cortadas e uma fogueira e não conseguem definir se essa fogueira tem bastante tempo que esteve ali.

Imagem: Reprodução/Cadu Pavão
Imagem: Reprodução/Cadu Pavão

Eles encontram dois caminhos, um deles está sendo impedido por um tronco de uma árvore, mas não muito alto para ser pulado. Peter sugere de que deveriam esperar pelos outros dois. Ele liga para os meninos e relata pelo que passaram desde que se separaram.

Artie e Jon-Jon chegam até o local em que seus dois colegas estavam e relataram sobre o que aconteceu na loja de camping com o anão. Eles decidiram, tirando a sorte com uma moeda no cara ou coroa, seguir o caminho que estava mais livre.

Eles chegam em um local um pouco mais estranho, deparam com o local do simbolo em que o Marcelo havia feito a foto do relatório, um pouco diferente, com uma queimadura no meio dele. Terminando a quarta sessão de A Congregação das Bruxas.

Imagem: Reprodução/Cadu Pavão
Imagem: Reprodução/Cadu Pavão

As lives do RPG acontecerão todas as sextas-feiras no canal da Twich do Cadu, às 19 horas. Fique por dentro do resumo do RPG de mesa A Congregação das Bruxas e de outros que o site acompanha, aqui na PlayTimes.

Formado em economia, ator e apaixonado por games!

Clique para comentar