Connect with us

Opinião

Polêmica: Seraphine “roubou” a identidade de uma pessoa real?

Seraphine teria roubado a identidade de uma pessoa real? Veja agora!

Publicado

on

Senta que lá vem polêmica. Hoje é dia 13 de uma Sexta-feira, vamos falar de coisas que realmente assustam? Stalkers!

Hoje, se iniciou uma polêmica envolvendo Seraphine, uma garota chamada Stephanie postou em seu site step-nie.medium.com, um relato de que a Seraphine pode ser inspirada nela de uma forma bem assustadora e que isso gerou problemas em sua vida pessoal.

Leia também: Um até logo para Seraphine

Tradução Livre e resumo da publicação oficial:

Abaixo tem uma pasta e conta com o resumo feito por mim e a história completa, basta clicar na opção que você quer ler.

O RESUMOHISTÓRIA COMPLETA

Step-nie, acusa a Riot de ter roubado sua identidade visual, já que ela teve um breve relacionamento com um Rioter, que ela chamou de John. Esse Rioter segundo ela, Rioters que trabalharam na Seraphine atuaram de uma maneira stalker e basearam tudo da campeã nela.

Durante o texto, ela afirma duramente de que Seraphine tem várias características que são iguais ou parecidas com ela, o fato de ter cabelo rosa, um gato, fotos parecidas, seus desenhos, cor dos olhos e até mesmo formato do rosto.

Em seu texto oficial, ela conta a história de como conheceu John, eles se conheceram pelo Tinder em Março de 2019, e o rapaz acabou vendendo a ideia de que ele poderia fazer uma skin da Ahri baseada em Stephanie, uma skin e-girl e desajeitada, assim descrita. Ideia essa, que Stephanie não curtiu, mas enquanto eles jogavam LoL, Stephanie soltava seus bordões e piadas que John interagia, “poderíamos usar isso na skin”.

GENTE POR FAVOR! TÁ CLARO QUE ESSE CARA TÁ MENTINDO, QUE RAIOS ELES FARIAM UMA SKIN DE 1820 POR CAUSA DE UM RIOTER APAIXONADO? Continuemos.

John contou a Stephanie que estava envolvido no desenvolvimento das primeiras K/DA, informalmente, já que não trabalhava na equipe e só mantinha contato com os desenvolvedores. Dando a ideia, de que a garota deveria ir até lá e dublar algumas falas de um projeto ULTRA SECRETO e insistiu que ela seria perfeita para a ocasião.

*UMA GADADA DIFERENTEleia na voz de Jojo Toddynho*

Quase no fim da amizade/namoro, Stephanie escreveu um ensaio acadêmico sobre Piltover e Zaun, que compartilhou com John, e então, ele a convidou para ir até a Riot visitar e conhecer a sede da empresa e assim, Stephanie foi. Durante sua visita, ele havia imprimido e de alguma forma colocado em amostra citações do texto sobre Piltover e Zaun. Isso foi motivo para Ste pensar que a história de Seraphine realmente era baseada nela, por ela ter mostrado um interesse maior nessa parte de Runeterra.

*UMA GADADA DIFERENTE² – leia na voz de Jojo Toddynho*

Stephanie também apresenta alguns concepts que ela disse terem sido feitos pela equipe de arte da Riot sobre a skin da Ahri que seria baseada nela.

Depois que Seraphine chegou ao Twitter, Stephanie acabou notando as semelhanças nas fotos e em suas publicações e até mesmo comparou o traço da campeã com seus traços de desenho.

Stephanie também diz que atualmente deixou até de logar no League of Legends por conta da semelhança.

Para encerrar, segundo ela, é horrível ter um campeão com o nome quase idêntico com o seu, já que existem conteúdos adultos baseados na campeã na internet, Seraphine vem passando por um hate horrível por parte da comunidade e de alguma forma ela sabe e tem sentido isso. Seraphine para ela é um erro e uma ideia de marketing estúpida, já que personagens fictícios não podem agir como humanos em redes sociais.

Pelo o que entendi. Ela não quer só a retirada da imagem de Seraphine, ela também deixa claro que se a campeã for realmente baseada nela, a Riot pode estar lucrando inadequadamente com sua imagem e semelhança. E isso segundo ela, é péssimo. Seraphine pode estar vendendo milhões de dólares e lucrando com a fragilidade alheia por ter “problemas psicológicos” e em suas palavras, se a Riot começar a cruzar a linha de suas criações para parecerem e agirem com pessoas reais, as pessoas devem se preocupar com isso.

Tem havido muitas críticas sobre o novo campeão de League of Legends , Seraphine.

De seu envolvimento aparentemente genocida com o Brackern (agora retrabalhado) às críticas à publicidade parassocial que seu Twitter e outras mídias sociais empregaram, ela não está sem seu quinhão de controvérsia.

Meu problema com Seraphine é muito pessoal. Meu problema com ela é que acho que ela é baseada em mim . E não sem um bom motivo – na verdade, tive um breve relacionamento com um funcionário da Riot no ano passado, no início de 2019.

Falamos por cerca de 3 meses, e só tinha o encontrado pessoalmente duas vezes antes de chegar ao fim. Eu me formei na faculdade, finalmente pintei meu cabelo de rosa (minha mãe teria ficado chateada com as fotos da formatura! ), Me mudei para a Califórnia e comecei meu primeiro emprego sem nem mesmo pensar no meu breve contato com ele. Então, mais de um ano depois de pararmos de falar um com o outro, Seraphine – uma garota otimista de cabelo rosa que tinha acabado de começar a trabalhar em prol de seus sonhos – começou a postar no Twitter e, eventualmente, se tornou a mais nova campeã de League of Legends.

Imagem para postagem
Seraphine x Stephanie – Não estou usando maquiagem nesta foto, desculpe!
Posso imaginar a reação automática.

Isso é insano! São milhares de garotas com cabelos rosa! Como uma garota aleatória pode pensar que é a inspiração para um personagem de videogame em um jogo de US $ 6 bilhões? Ela é claramente baseada em outra pessoa.

Honestamente, eu sei de tudo isso (e muito mais!) Porque estou muito preocupada com o que as pessoas vão dizer sobre isso se eu falar sobre o assunto publicamente. Por quase dois meses eu tentei pensar em todas as críticas ou motivos pelos quais alguém poderia me chamar de louca, mas minhas razões para acreditar nisso tudo chegam ao ponto de que eu realmente não me importo se algumas pessoas forem horríveis comigo na internet. (embora, por favor, tente para ser legal?) Se você continuar lendo, vou te mostrar as evidências que tenho da melhor maneira possível.

A versão curta é que muitos detalhes sobre Seraphine se alinham muito com fatos sobre mim: seu nome, seus desenhos, seu gato, muitas de suas fotos, a cor do cabelo, a cor dos olhos, o formato do rosto e até onde ela é de.

A versão longa está abaixo.

[E antes que alguém mencione isso, embora eu não saiba exatamente o que aconteceu com o desenvolvimento dela, eu não inventei – contratei um advogado e estou pensando seriamente em uma ação legal. Minhas declarações são do melhor de meu conhecimento / memória, e eu editei cuidadosamente para ser o mais claro e justo possível.]

A História Completa

Em março de 2019, conheci um funcionário da Riot (vou chamá-lo de John. Prefiro não postar sua identidade publicamente por motivos que explicarei mais adiante) no Tinder durante uma visita a Los Angeles e São Francisco, para fazer algumas entrevistas finais de emprego enquanto eu ainda estava na faculdade. Ele parecia legal, conversamos um pouco, trocamos informações de contato e então ele me perseguiu romanticamente pelos próximos meses. Conversamos até maio/junho (quando as coisas terminaram por outros motivos), mas frequentemente jogávamos League juntos e trocamos mensagens por cerca de 3 meses.

Embora eu o conhecesse, John discutiu bastante sobre seu trabalho, e muitas de nossas conversas eram inteiramente sobre o jogo, seu desenvolvimento, etc. Meu campeão favorito é Ahri, e a primeira coisa que foi um pouco estranha foi que ele mencionou ideias de uma skin que soavam, bem, muito parecidas comigo.

Então, John me disse categoricamente que sugeriu uma skin ‘e-girl’ ou ‘estranha’ para Ahri para seus colegas de trabalho que ele insinuou ter sido inspirado em mim.
Imagem para postagem
Infelizmente, não tenho nossa conversa completa – apaguei-os logo depois que paramos de falar em 2019 – mas foi quando ele sugeriu o tema.

Redatora: então pq ela tirou print dessa parte? Para mostrar pra alguém?

Como você provavelmente pode perceber pelos textos, achei que era uma má ideia, mesmo na época.

Eu também joguei League com John regularmente. Eu fazia piadas e coisas do gênero enquanto jogávamos, e lembro de John dizendo algo como ‘temos que colocar isso’ enquanto estávamos jogando. Lembro-me de pedir a ele que não fizesse isso, mesmo na época – algumas piadas eram de um conhecido meu e, honestamente, me senti estranha em roubá-las se caso elas fossem realmente entrar no jogo (o que é irônico, eu acho. )

John também me disse que estava parcialmente envolvido com os primeiros skins de K / DA, informalmente, porque ele conhecia muitas pessoas da equipe. Não tenho certeza de quanto disso era mentira ou verdade, mas John definitivamente deu a entender que poderia influenciar o projeto e sugeriu coisas com sucesso no passado. (Quero ser claro: ele não era um designer de personagem ou skin. Eu realmente não quero implicar injustamente ninguém, especialmente pessoas que podem não saber de nada.)

Ele também sugeriu que eu deveria ir até a Riot e dublar algum tipo de projeto ultrassecreto, que ele nunca revelou, mas que ele insistiu que eu seria perfeita.

Quase no fim de minha breve amizade / relacionamento com John, escrevi um ensaio acadêmico para uma aula sobre Piltover e Zaun que compartilhei com John e discuti extensivamente com ele. Ele me convidou para ir a Los Angeles novamente e eu aceitei, visitando a sede da Riot em maio. Quando cheguei, ele havia imprimido e emoldurado aquele pedaço de escrita dentro do QG da Riot. 

Ele até me disse que tinha compartilhado internamente. Fiquei lisonjeada, mas um pouco constrangida por outras pessoas terem lido minhas criações. Eu nem acho que ele pediu minha permissão. Outra circunstância estranha foi quando ele me deu alguns cartazes de presente e arte personalizada da Ahri K / DA, que ele me disse que os ilustradores da Riot desenharam com base no que ele contou / mostrou a eles sobre mim. Embora eu não culpe os artistas de forma alguma – tenho certeza de que suas intenções eram puras – era estranho o quão pouco tempo eu o conhecia. Eu voei para casa e paramos de nos falar totalmente pouco depois.

[Já que as pessoas vão se perguntar sobre isso de qualquer maneira, o fim do relacionamento não foi particularmente bom: eu tinha acabado de terminar um longo relacionamento e estava impaciente com o compromisso, cancelei os planos de vê-lo porque pensei que ele estava indo rápido demais e expressei isso, então ele acabou com as coisas e me bloqueou. Eu realmente não tenho ressentimentos sobre essa parte. Espero que esta explicação seja suficiente para satisfazer a curiosidade, mas, além desses princípios básicos, gostaria de manter algumas coisas em sigilo.]

Imagem para postagem
Arte que John me deu e fotos da minha visita ao HQ da Riot
Apresentando: Seraphine

Ao longo de um ano inteiro, a pandemia assumiu as manchetes e, em algum momento deste ano, Seraphine foi anunciada. Sinceramente, não pensei muito em John desde então – agora tenho uma vida completamente diferente – mas assim que vi como ela era e percebi que seria campeã do LoL, comecei passando por todas as suas redes sociais, completamente apavorada. Minhas preocupações só aumentaram e meu coração afundou mais e mais a cada postagem. Embora John nunca tenha discutido explicitamente nada de concreto, ele mencionou uma ‘surpresa’ relacionada a K / DA de algo que seria lançado perto do meu aniversário, que é em 19 de setembro.

Uma das únicas imagens de Seraphine de sua conta oficial no Twitter que tem uma data foi postada e datada em 19 de setembro, o primeiro dia em que ela ‘trabalhou’ com K / DA .

Não tinha ideia de como ela foi feita ou como isso poderia ter acontecido, mas percorrendo este Twitter e me lembrando de coisas que John disse ou fez, comecei a perceber que essa personagem – cujo próprio nome, Seraphine, é tão parecido com comigo – poderia ser totalmente baseada em mim.

Eu olhei mais em sua conta no Twitter e encontrei a arte, os esboços e os diários de Seraphine. Sou uma ilustradora e artista amadora, e me lembrei de ter enviado algumas obras de arte para John. Minha arte é surpreendentemente semelhante à arte que Seraphine “faz” de si mesma e é postada em suas redes sociais. Tipo, muito parecido.

Imagem para postagem
Essa é a arte de Stephanie à esquerda, (eu estava decidindo tingir meu cabelo de rosa e desenhei as opções), mas frequentemente me desenho nesse estilo. O de Seraphine, é claro, está à direita.

Aquele texto acadêmico que mostrei a John sobre Piltover e Zaun ? Depois que sua história foi divulgada, descobri que é exatamente de onde Seraphine é. Ela não é de Piltover ou Zaun, quando todos os outros campeões que consigo pensar são de um ou de outro … ela é de ambos. As poses dela com o gato também são assustadoramente semelhantes às fotos que eu teria enviado para John em 2019. O momento era quase certo para as sugestões de “dublagem” dele se alinharem com o desenvolvimento dela. Quanto mais eu olhava para sua página, pior ficava.

Imagem para postagem
Fotos de quando conheci John (na verdade, estava no processo de branquear meu cabelo de branco para ficar rosa)

[Existem alguns detalhes menores e aleatórios que cortei para maior clareza. Vou tentar postá-los algum dia, mas já está demorando bastante.]

OK, talvez ela pudesse ser baseada em você – e daí?

Bem, se você se preocupa comigo pessoalmente, não tem sido tão bom.

Pode parecer divertido no início, ter um campeão do LoL que se parece com você. Mas acho que nem mesmo abri a LoL, muito menos joguei o jogo, desde que ela saiu. Eu me senti realmente enojada com isso, a ponto de não conseguir jogar um dos meus jogos favoritos. Além disso, tem sido horrível ter uma campeã que se parece com você, tem tantas características suas e tem um NOME quase idêntico ao seu. Pessoas que eu nunca conheci a enviam mensagens para mim e apontam as semelhanças, já há uma quantidade imensa de pornografia dela, eu vejo pessoas discutindo sobre ela quase que diariamente (não sei se eu fico do lado das pessoas que acham isso meio assustador ou das pessoas que insistem que ela é uma ~ * fofinha uwu * ~), e embora eu meio que concordo que ela é uma personagem fora do lugar de história do jogo, é horrível ver toda a repercussão toda vez que abro seu feed do Twitter.

Imagem para postagem
Seraphine and Stephanie, Santa Monica

Ainda pior do que tudo o que tem sido o perguntando sobre é se ela está ou não baseada em mim. Esperei um pouco para postar qualquer coisa (em parte porque queria um advogado primeiro), mas também porque é assustador imaginar se isso realmente aconteceu, mas não tenho como provar de forma conclusiva. Na verdade, passei um tempo com as notificações de tweet da conta dela, me preocupando com qual detalhe pessoal ou similaridade seria o próximo – era horrível adivinhar que parte de sua aparência poderia combinar com a minha ou que peculiaridade fofa ela poderia ter quando parecia que cada tweet e a foto sendo lançada continha apenas mais e mais semelhanças.

Por um lado, esse é um problema com o qual me preocupo, mas estou bem ciente de que há problemas maiores acontecendo. Na maioria dos dias, eu me sinto muito Kim, há pessoas morrendo é uma sensação muito autocomplacente me preocupar com isso, mas especialmente hoje em dia. Ainda estamos todos no meio de uma pandemia, estamos discutindo protestos em massa por justiça racial, a eleição foi uma bagunça, etc, etc. Estou sempre ciente disso, e este post não foi feito para deprecia qualquer coisa mais importante que esteja acontecendo. Por outro lado, quando compartilhei em particular o que estava acontecendo em minha vida com algumas mulheres maravilhosas que são mais experientes e muito mais sábias do que eu, recebi a mesma mensagem: Isso é assustador. Eu ficaria horrorizada. Isso pode não ser vida ou morte, mas parece estranho e errado e você deve se sentir no direito de dizer algo . E no final do dia, eu simplesmente não conseguia ver mais nenhuma peça de pensamento ou tweet sobre Seraphine sem postar isso.

Conclusões / o que vem a seguir?

Em suma, toda essa situação tem sido realmente violenta. Cada artigo sobre ela faz meu estômago revirar. É um ponto pessoal de frustração e também, eu acho, pode ser apenas outra maneira que uma empresa gigante de jogos ferrou com uma mulher sem pensar duas vezes – e lucrou enormemente com isso. (??????????)

Sei que esse problema está todo relacionado a esse cara que conheci por um breve período, mas não vou divulgar o nome dele publicamente e jogá-lo debaixo do ônibus quando acho que ele nem trabalha mais lá. E, honestamente, também não sei como viveria comigo mesmo se isso saísse do controle e arruinasse a vida dele de alguma forma. Não estou feliz com esse personagem, mas em vez de repetir o mal que sinto que foi feito a mim – isto é, arrastar uma pessoa para algo muito maior do que eles sem dar a eles uma escolha – eu honestamente prefiro tentar realmente mudar as coisas e mudar o foco para a Riot. Eles são uma empresa gigante, podem lidar com um pouco de crítica e, no final, eles são os responsáveis ​​finais pelo personagem existente. Esta não é uma briga pessoal com esse cara com quem namorei brevemente, é uma questão institucional.

Por quê? Se ela realmente é baseada em mim, Riot pode estar lucrando inadequadamente com a minha semelhança. E isso é péssimo. Mas em um nível mais amplo, a Riot já está lucrando injustamente com cada pessoa que sente algum tipo de apego por ela, conscientemente ou não, porque ela é uma “pessoa”.

Sua skin está à venda por US $ 25 a unidade, então “Seraphine” vai render à Riot Games literalmente milhões de dólares. E com sua conta no Twitter postando que ela é insegura – “realmente usando algumas palavras encorajadoras” porque ela ” precisa de algo em que acreditar agora”, esta personagem essencialmente faz com que cada pessoa que interaja com sua “festa de piedade” e ganhe seus bilhões de dólares para a Riot.

Se você começar a pensar sobre isso, todos que respondem aos tweets ou postagens dela no Instagram estão gerando publicidade e receita para uma empresa de jogos de US $ 6 bilhões. Essa ideia toda é realmente nojenta para mim, não só porque ela se parece comigo, mas como uma pessoa que consome e adora League of Legends. Quando o hype por algo é orgânico, isso é uma coisa – a Nintendo não está me explorando quando eu retuíto seus anúncios e digo o quanto amo The Legend of Zelda . Mas quando a Riot faz um personagem que se parece, canta e tweeta como uma pessoa, eles estão conscientemente criando uma “pessoa” que não existe de uma forma que intencionalmente tira vantagem da forma como os seres humanos se relacionam com outras pessoas, apenas biologicamente e emocionalmente, e então eles estão fazendo toneladas e toneladas de dinheiro com isso. E, honestamente, conforme os V-Tubers e influenciadores virtuais da Riot começam a cruzar a linha para parecer e agir como pessoas reais, isso é algo com que todos nós deveríamos nos preocupar.

Se você chegou até aqui, hum, obrigada pela leitura. Francamente, sou apenas uma garota que acabou de se formar na faculdade e não tem ideia do que está fazendo da vida, mas adoro videogames e adoro League of Legends. Se você me perguntou por que estou postando isso, honestamente se resume a esse sentimento de indignação e raiva sobre esse personagem estúpido – sobre o fato de que uma empresa como a Riot pode tentar vender uma pessoa completa, completa com esperanças, sonhos, problemas de saúde mental e cabelo rosa como uma skin de US $ 25 que vem com um feed do Twitter que anda e fala para você se apegar emocionalmente. É uma ideia curiosa, mas quando você pensa sobre isso mais de perto, a ideia de uma equipe de marketing em algum escritório em Los Angeles tentando vender um produto chegando ao mais familiar~ e coisas comercializáveis ​​para tweetar sobre a conta de uma ‘garota’ que coincidentemente se parece comigo, fala como eu, soa como eu e desenha como eu?

Isso só me deixa enojada.

Imagem para postagem

Em seu Twitter, step, também fez uma série de tweets focados no assunto.

Algumas pessoas apontaram a mais nova campeã de League, Seraphine, e mencionaram como ela é semelhante a mim. Estou desconfortável com as semelhanças e acredito que ela pode ter sido baseada em mim.

Em 2019, tive um relacionamento com um funcionário da Riot. Ele brincava sobre fazer conteúdo baseado em mim. Paramos de falar depois de alguns meses, eu não tinha ressentimentos e quase esqueci das coisas.

Então, este ano, Seraphine foi lançada e as semelhanças começaram a aumentar. Além de sua aparência e nome, seus desenhos que são parecidos com os meus, suas fotos e poses serem parecidos com as minhas, ela “se juntou” ao K / DA no dia do meu aniversário. Isso tem sido realmente preocupante e prejudicial para mim, especialmente porque ela é controversa – ou as pessoas a odeiam ou a defendem apaixonadamente. Não tenho conseguido curtir o jogo desde o lançamento dela e isso afetou minha vida pessoal.

Eu escrevi os detalhes no artigo do Medium, bem como expliquei mais sobre por que esse personagem realmente me incomoda. Espero que você reserve um minuto para ler – tudo se resume ao fato de que sua falsa presença na mídia social. Uma presença estranha, assustadora e quase exploradora.

Posicionamento da Riot Games

O Rioter Tim Rizzo, foi ao Twitter rebater as acuzações de Step, no final falarei minha opinião sobre isso.

Riot Games me enviou a seguinte declaração sobre @step_nie que afirma que Seraphine de League of Legends foi baseada em sua semelhança.

“Seraphine é uma personagem independente criada pela Riot Games e não é baseada em ninguém, incluindo a senhorita Dorris. Inclusive a senhorita Dorris está se referindo a um Rioter que deixou a empresa a mais de um ano atrás e trabalhava em um departamento e função muito diferente, onde não envolvia nenhum tipo de atividade criativa e de design em seu processo.

Estamos tomando as devidas providências e investigando as alegações de senhorita Dorris após receber uma intimação legal de seu advogado no último mês. Nós confirmamos que esse fato, de Seraphine ser baseada nela é errôneo, foi comunicado á seu advogado e eles foram convidados para ter uma discussão sobre fatos da criação de Seraphine. Ainda estamos esperando sua resposta.”

Uma outra Rioter, também comentou sobre o assunto:

Fui uma líder em desenvolvimento de skins, mas não estou mais na Riot. Ninguém da equipe de campeão/skins pegaria um interesse amoroso de um Rioter aleatório e usaria isso como base para uma decisão de negócios que vale muito dinheiro. É muito irritante ver que algum cara da Riot tenha tentado enganá-la sobre o que ele poderia fazer.

O depoimento da garota, indica que o “rapaz” em questão (ela o chama de John) existe – então ela não está inventando ou criando uma história. Eu acredito que ela realmente se sente muito magoada e confusa com isso e eu conheço Rioters que tentaram usar sua posição dentro da empresa para conseguir garotas, então basicamente, ele tem culpa.

Além disso, citando seu artigo: “John também me disse que estava envolvido na criação das primeiras skins K/DA, informalmente, por conhecer muitas pessoas da equipe.” Eu era líder de skins no primeiro set das K/DA, então me diga quem é esse cara para eu poder puni-lo por vazar tanta merda.

O padrão é aceitar as afirmações dessa mulher pelo valor da Riot. Confirmo que John é real. De acordo com o relato dela, ele não apenas a enganou, como também aparentemente quebrou o NDA da empresa, vazando coisas para ela. Esse cara não é legal. Nâo estou a culpando por isso. A culpa é total dele.

Uma última informação, sobre a skin “Ahri e-girl”, eu era um dos dois gerentes de produto de skins naquela época (primavera de 2019). Os Rioters me mandavam mensagens e me paravam no corredor para apresentar ideias, mas “ei, que tal fazermos uma Ahri e-girl?” nunca foi se quer considerada. Não é assim que a Riot faz as coisas.

Existe um lamentável desequilíbrio de poder entre “Rioters” e os fãs. Algumas pessoas de merda, abusam disso. O fato de meus comentários aleatórios sobre isso terem rendido centenas de RTs, embora eu não esteja mais trabalhando na Riot Games, apenas prova a “autoridade” que um Rioter ou ex Rioter tem.

Não sei no que teria acreditado se tivesse na situação dessa mulher (step). Eu também ficaria confusa e me faria vários questionamentos. Embora seja óbvio para mim agora, que quando um cara diz “sou uma pessoa importante, confie em mim” ele está mentindo. Sou uma senhora velha e enrugada, tenho 39 anos agora.

Além disso, pare de me seguir por motivos de League of Legends, você vai ficar muito desapontado por ver no que estou trabalhando agora.

Leia também: Veja o vídeo de Villain das K/DA!

Minha opinião

Antes de falar de fato minha opinião, sim, as publicações em relação a essa polêmica estão sendo apagados no Reddit oficial do league of Legends.

Eu não acho que Seraphine seja baseada em Stephanie, existem milhões de pessoas que conseguem se identificar com a Seraphine, aliás, a ideia principal de marketing por trás da campeã foi baseada nessa identificação pessoal. Eu acredito na história da Stephanie, na parte do Rioter palhação que só quer coisar, mas discordo de alguns pontos. Se o Rioter está desligado a mais de um ano, não existe possibilidade de a Seraphine ter sido baseada nela ou em qualquer ideia que ele tenha dado. Em alguém foi, mas nela duvido muito. Ainda mais depois de o “John” ter sido demitido.

Podemos ver que provavelmente os sonhos de Stephanie foram alimentados por um Rioter totalmente sem noção, e de novo, esse rapaz não está mais na Riot Games e NUNCA trabalhou no processo criativo de nenhum campeão/skin. A culpa não é dela, mas a parte de ela falar que é errado esse tipo de marketing e campeão. Ela está completamente errada.

Isso é parte da vida, e muita gente, apesar de Seraphine ser detestada, gosta da campeã em suas redes sociais. As pessoas gostam dela, mas pessoas se identificam. E isso não tem nada de errado. Acho que ela assumiu coisas por demais e provavelmente toda a história do aniversário foi uma grande coincidência.

Essa história está realmente me lembrando aquela da Irelia, lembra?

Seraphine anunciou no dia 9 ou 8 de Novembro que deixaria de alimentar suas redes sociais. Então antes que interliguemos as coisas, as publicações no Twitter e no site de Stephanie foram dia 12 de Novembro. Por qual motivo ela esperaria tanto tempo para falar sobre o assunto? CLARO, ela deveria estar esperando os meios legais como disse e estava com medo de ser chamada de louca, porém, ela teve muito tempo, muito tempo mesmo. Dava para ter feito isso antes, entende?

Meses antes.

Isso é um assunto muito sério, de um lado temos uma mulher completamente seduzida pelo fato de conseguir trabalhar com uma coisa que ela gostaria muito, mesmo dizendo que não, ela provavelmente poderia ter criado expectativas e alimentado isso internamente. E do outro, uma empresa gigantesca que provavelmente se baseou em várias outras garotas que tem os mesmos estilos e vibes de Seraphine e Stephanie.

Eu não vejo semelhança no rosto, apesar de Seraphine ter uma aparência completamente padrão, e as fotos, é, as fotos nem tem como falar, algumas tem uma breve semelhança. Porém, Toda garota que se pareça com o estilo de Seraphine tem fotos semelhantes, com gato e etc. Então sim, um cara usou um pretexto para conseguir uma garota, mas não, provavelmente não é fruto de stalking muito menos perseguição de algum artista fanático pela garota.

  • O primeiro set das K/DA foram anunciadas e lançadas em 2018, e Step, disse que conheceu o Rioter em Março de 2019. E ela disse que ele estava “envolvido” no primeiro set de skins K/DA né? As de Pop-Stars seria?
  • Step afirma que perdeu a conversa, porém, o print onde foi retirado a informação da skin da Ahri existe, por qual motivo ela tirou e guardou essa print?
  • Acho meio improvável a era “ALL OUT” das K/DA já terem sido trabalhadas desde o momento que lançaram as primeiras K/DA, a gente já sabia do sucesso, mas elas vieram em 2020 e em 2019 principalmente em Março, julgando o tempo de desenvolvimento da Seraphine e das skins, elas provavelmente nem eram concepts ou estavam começando a existir, lembrando que tínhamos outros focos e campeões para serem lançados na época.
  • A parte do Rioter é verdade. O (insira aqui outro advjetivo) existiu.
  • RiotWhiskies foi uma das Rioters que participou do prejeto Seraphine, inclusive tirou várias fotos que usou de inspiração para as redes sociais da campeã.
  • A data de aniversário realmente é creepy;
  • O clipe das primeiras K/DA foi divulgado dia 3 de Novembro de 2018 – Data próxima do mundial e geralmente de grandes lançamentos da empresa. As novas K/DA tiveram “More” divulgado dia 28 de Outubro de 2020.
RiotWhiskies

Mas duvido muito, muito mesmo, que essa história, a parte de Stephanie ser Seraphine e de Seraphine ser Stephanie seja verdade. Apenas uma coincidência como todas as outras que já tivemos envolvendo pessoas e League of Legends.

O próprio Rakin se diz parecido com o Sylas, a guria se achava parecida com a Irelia, esqueci o nome dela. Nasus, o nome da garota? Aya Shalkar. Então não é de hoje.

Será que Seraphine é presente de algum ex maluco para Stephanie? Será que RiotWhiskies é a maluca por trás disso? Será que as K/DA de 2018 foram realmente feitas em 2019 e estamos em um tipo de loop temporal? Seráse eu sou eu e você é você? Brincadeiras a parte, qual sua opinião sobre essa polêmica?

Qual a opinião de vocês sobre o assunto? UFA, deu trabalho guys, mas assim. Só aqui no Playtimes, ein! Não esquece!

Você bebeu água hoje?

1 Comment