Entretenimento

Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 07

Publicado

on

O sétimo episódio da terceira temporada do RPG de mesa do Cellbit, Ordem Paranormal: Desconjuração, aconteceu neste sábado (12), em seu canal na plataforma Twitch. Confira o resumo dos principais momentos do melhor RPG de mesa.

Gal está bastante feliz com a chegada dos amigos de Gaspar/Dante, mas decepcionado por eles ainda serem fracos. Ele faz com que o Joui saque a catana e se ajoelha, entregando sua arma para o Gal, no momento que o Joui tenta impedi-lo. Até que o Gal encosta a catana no pescoço do Joui, sentindo a lamina fria e quase sendo cortado.

A Liz grita para não enconstar em seu filho e Gal se declara injustiça, virando a espada e cravando no peito da Liz e deixando ela morta no chão.

Imagem: Reprodução/Cellbit

O episódio começa com Erin e Fernando.

Leia também: Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 06.

Primeira Parte

Os dois estão na base esperando pela equipe que saiu para o orfanato, são quase 5 da manhã e eles não receberam nenhuma mensagem. Fernando vai até o Tristan, que está deitado e uma moça está ao seu lado, a Clarissa. Ela é amiga desde infância do Tristan e também faz parte da Ordem.

Erin ao ligar para o Joui, a ligação é atendida pela avó dela (essa ação paranormal não é a primeira vez que acontece ao ela usar dispositivo, de acordo o Mestre). Chega uma notificação no celular e é uma mensagem do Joui com uma localização. Erin questiona sobre ninguém ter noticias de sua avó, já que faz 2 anos que ela sumiu.

Ela mostra o relógio que era de sua avó, que mostra as horas virada para ela. Ao ser questionado pelo Fernando sobre a ligação paranormal que recebia de sua avó, ela relata que não é somente pelo celular, mas também por rádio, tv ou qualquer outro aparelho eletrônico.

A Erin decide ir até a Agatha interessada em transcender, mas a “Agathinha” (forma como ela chamou a Agatha) não se encontra em sua sala. Eles então vão até a sala do Senhor Veríssimo e ela relata sobre o ocorrido com as vozes e a mensagem do Joui. Veríssimo conta que a avó da Erin, Francisca, era uma agente muito boa. Ele comenta que o que aconteceu com ela foi estranho, a forma como desapareceu parecia ser proposital e não um erro de missão.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Aparentemente, Francisca estava obcecada com algum caso, mas ela não deixou rastros sobre. Erin questiona sobre a voz, Fernando fala que pode ser algo paranormal e o Senhor Veríssimo comenta que pode ser vozes de sua cabeça. Veríssimo mudou de assunto, preocupado com os outros agentes que saíram para o orfanato e Fernando e Erin decidem ir até a localização informada pelo Joui.

Fernando caminha até o balcão da Ivete, pega a chave de uma van e parte para a garagem. Eles chegam em uma estrada de terra, em um bairro meio abandonado. Em um prédio pequeno, meio queimado e destruído, Fernando acredita que aquele lugar poderia ser o orfanato.

A garota liga para o senhor Veríssimo, mas quem atende é o Samuel. Ela procura saber se aquele local é o orfanato, mas ele não sabe até que… a ligação é interrompida e a voz de sua avó sai perguntando se ela não dorme… a ligação volta para o Samuel e cai. Eles resolvem entrar no prédio que parece ser o orfanato.

Ao entrar, eles chegam em uma sala e acabam caindo em uma armadilha, levando choque. Até que duas pessoas mascaradas aparecem e conseguem apaga-los com alguma coisa, colocando um saco em sua cabeça. Algumas horas se passaram, eles acordam em um ambiente completamente diferente, caídos no chão.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Eles aparecem em uma sala e dois caras chegam neles, um deles é o Rubens Naluti e o outro é o Johnny Tabasco (interpretado pelos Felps e Alanzoka).

Imagem: Reprodução/Cellbit

O ambiente parece um lugar um pouco futurista, até que a TV é ligada e um simbolo é aparecido. Uma voz anuncia que tem dois agentes da Ordem e dois gananciosos caçadores de recompensas/mercenários (uma espécie de room escape). Durante o anuncio, a voz de sua avó aparece no final desejando boa sorte, o que aparenta as 4 pessoas presas na sala também escutam.

Quando o Fernando foi falar que ele já foi caçador de recompensas, o Johnny da um mata leão nele. Logo eles se acalmam e soltam. A dupla de mercenários informa que foram capturados também, se apresentando. O quarteto começa investigar a sala, procurando por algum lugar para ligar o celular, mas apesar do local ter alguns aparelhos, não tem alguns cabos para ligar o computador.

O Rubens aponta para as câmaras no teto e o Johnny entende a mensagem. A engenheira, Erin consegue reconhecer um dos dispositivos como algo que gera eletricidade e que se ao encostar, acabará levando um choque e as linhas cinzas são paneis de luzes.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Eles encontram dois painéis de leitura de mão e um cabo elétrico. No lado do painel com o cabo a luz não está ligada, mas a do painel do outro lado está ligado. Em outra porta, o Johnny chuta uma das portas, mas não teve sucesso já que é uma porta de metal meio resistente.

Rubens fala sobre o painel com a mão e adiciona sua mão. Ao fazer isso, uma mensagem aparece “esperando pelo segundo usuário“. Erin chama o pessoal para puxar uma caixa, mas mesmo com ajuda de todos eles não conseguem puxa-la.

A TV liga mais uma vez e uma voz começa a falar que esperava mais coragem dos investigadores e que os espectadores estão decepcionados com a covardia, e a TV é desligada. O Johnny encosta no poste e acaba levando um pequeno choque (levando um de dano) que acende a luz do painel.

Imagem: Reprodução/Cellbit

A Erin fica no lado em que o painel já está acesso e do outro lado o Johnny pega no redutor, o Fernando fica no meio para segurar na mão dele e segurar na mão do Rubens para que ele liga o painel com sua mão. Quando Erin foi olhar sua mão direita, estava escrito 04 e os outros não encontraram nada na suas.

Johnny e Fernando vão até o painel para saber a reação ao colocar sua mão e acontece a mesma coisa, a mesma mensagem e nada acontece. Eles voltam para a formação inicial para tentarem ligar as coisas. Quando o Johnny acrescenta a mão, a corrente passa pelos 3 (cada um tomando um de dano), abrindo uma porta e deparando com um cara com máscara, um painel com um botão vermelho na frente e um simbolo paranormal com um painel apoiando um tablet.

Imagem: Reprodução/Cellbit

A voz sai na TV mais uma vez, anunciando que eles teriam um confronto com o mascarado. Quando o trio tirou a mão, as luzes apagaram mais uma vez. Erin aproxima do cara e acaba recebendo um soco, mas ela consegue desviar. Ela percebe que o braço dele parecia um pouco transparente. Mais uma vez, o mascarado tenta dar outro golpe nela. É como se uma parte do membro dele entrou nela, fazendo com que ela levasse o dano (ela recebeu dois de dano e um de sanidade ficando 6 de vida).

O Rubens contra ataca, acertando a cara do mascarado em cheio. O Johnny da um chute no cara, jogando-o para o outro lado da sala. O cara começa a pular em cima do Johnny e seu corpo começa a vibrar e cai no chão (ficando paralisado por duas rodadas). O Rubens chuta a cabeça dele com bastante dano. O Rubens consegue da mais um golpe, deixando o cara desmaiado no chão.

A sala tem outro cara desmaiado, com algumas telas. E mais na frente, uma outra sala com o piso em xadrez. O grupo encontra um cabo USB e um celular no corpo do inimigo. A Erin vai até o outro corpo, que está bastante machucado, mas vivo. Eles pegam o cara que enfrentaram e levam até a torre e tudo começa a ascender.

Imagem: Reprodução/Cellbit

O mascarado possuía um cartão e foi pego pelo Rubens e eles passam na maquina que tinha a opção de passar cartão na caixa. Eles encontram com 4 bastões com fio de metal enrolado nele e diversos outros cabos para o PC.

Imagem: Reprodução/Cellbit

O Fernando fica na outra sala observando o outro cara caído no chão e depara com o botão na frente, que estava escrito “Surpresa”. Erin aproxima para entregar um dos bastões para ele e alerta para ter cuidado com o botão. A outra dupla também aproxima do simbolo no chão com o tablet e tem a atenção do botão (aparentemente o Johnny fica bastante curioso com aquele botão, o mestre informa que ele é viciado em apostas).

Rubens consegue o cabo e liga o computador, nele aparece uma mensagem “a sua liberdade está em suas mãos” e um campo para adicionar alguma resposta. Eles procuram nas mãos dos dois corpos caídos, mas não encontram nada. Somente a Erin tem o número 04 e o o Rubens adiciona esse número e outra mensagem aparece: “comunicação é crucial” e mais uma lugar de resposta.

Ao acontecer isso, um som da porta sai ao lado do computador. Johnny vai até o circulo e pega o tablet, anda acontece mas ao tentar liga-lo, ele estava sem bateria. O Johnny vai em direção para apertar o botão, mas o homem no chão acaba acordando e gritando “não aperta o botão“.

Segunda Parte

Imagem: Reprodução/Cellbit

Ao apertar, confetes caem do céu e as duas TV’s ligam, como se eles estivessem em um canal. O cara levanta muito assustado olhando para as duas TV’s e quando o Johnny olha para elas o mestre informa que ele acaba de olhar a pior visão que o Johnny poderia assistir. O Allan relata que é de sua pele sendo arrancada e o Johnny observa um dedo com mãos saindo da TV.

Uma forma bizarra sai da tela, andando lentamente. O Rubens aproxima e começa a ter a mesma sensação e vendo a mesma forma saindo da TV.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Erin e Fernando aproxima e começam a ter as mesmas sensações e acabam ficando paralisados (Erin perde 10 de sanidade e o Fernando perde 7 de sanidade). O Johnny corre até a TV e taca o bastão nela, quebrando mas as criaturas continuam saindo dela. Quando ela o ataca, ele taca um bom bastão no meio da criatura, quase a destruindo.

A outra criatura chega na Erin e ela perde mais 9 de sanidade, fazendo com que ela entre em choque mais uma vez. O Johnny ataca a criatura mais uma vez, acabando com ela. A segunda criatura foi golpeada pelo Rubens e Johnny ao mesmo tempo, acabando com a batalha.

Eles aproximam o cara que estava em choque, preocupado de onde está. O cara fala que parou ali porque respondeu um enigma na internet e acabou parando naquele lugar. O cara falou que era primo do Gonzales, um primo policial (o Gonzales da primeira temporada?).

Quando o Fernando fala, a Erin percebe que em sua linguá está escrito 13 e partem para o PC. Ao digitar, o texto paga com “escutar é tão importante quanto falar” e a porta destrava. A Erin fala que poderia ser a orelha e na orelha do Johnny tem o número 1 na direita e 1 na esquerda. Ao adicionar 11, a mensagem é “ironicamente só pode me enxergar quando não conseguiria”.

Desenhado na pálpebra do Rubens tem o 0 na direita e o 2 na esquerda. Ao digitar 02, a porta de cima sai um barulho e o PC é desligado. Bryan, o rapaz que estava assustado, informa que já estava na outra sala e não viu nada daquilo acontecer antes. Quando o Johnny chega para abrir a porta, ela desaparece e tem uma parede atrás dela.

Johnny vai para a sala em xadrez e acaba sendo arremessado, sofrendo um de dano e 4 de sanidade. O Bryan aproxima de o que antes era uma porta e encontra uma tomada. Pegam o tablet e o cabo e ligam, descobrindo que nele tem uma energia estranha, com somente um simbolo em branco aparecendo nele.

Imagem: Reprodução/Cellbit

O Rubens percebe que é um objeto carregado por uma energia estranha, podendo transcender e que tem algo paranormal vindo dele. Ao Erin pegar, ela reconhece que aquele simbolo é o mesmo que está na sala da Aghata e que só precisa concentrar no simbolo dentro do ritual. Erin caminha até o centro do simbolo no chão (e o Mestre leva ela para o ritual).

Imagem: Reprodução/Cellbit

Ela foca no simbolo e começa a entender do que tudo se trata, mas que ela irá esquecer. Quando foi perguntado o que ela faria se pudesse ver o futuro, ela respondeu que tentaria muda-lo se ele fosse ruim, impedindo a morte de alguém que ela gosta. Sendo capaz de tirar vida de outra pessoa para salvar, sendo capaz de tirar até algumas necessárias, desde que não fossem de pessoas inocente e que poderia tirar de algum inocente também, se for necessária.

Erin recebe a Benção Maldita, ela terá que jogar 5 dados ao fazer o ritual e ela saberá o quanto irar tirar nos próximos testes (uma forma de prever o futuro).

A Erin usa seu ritual para tentar conseguir andar pela sala em xadrez. Ela parte para a tomada ao lado da falsa porta e começa a ter sua mão brilhando em ciano, fechando seu olho e se concentrando (ao rodar o D20, os 5 valores foram: 5, 4, 5, 15 e 11) + o valor da sorte é 8, ou seja, ela terá fracasso, fracasso, fracasso, sucesso e fracasso.

O Johnny tenta mais uma vez passando pelo corredor, mas mais uma vez é arremessado. A Erin usa seus dons para passar pelo corredor, conseguindo passar por eles (o redator não consegue explicar escrito como ela conseguiu, mas é mais ou menos assim: pisar no branco tem que tirar azar no dado e pisar no preto ela tem que tirar sorte) e na sala final ela encontra uma caixa roxa em outra sala.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Ela observa dois espelhos, além da caixa, pisando na sala e nada acontecendo. Os espelhos se refletem com ela se vendo em várias Erins. Ela chega na caixa (Kalera é puxada para outra sala e o mestre informe que nele tem um revolve com 4 balas e a voz sai que ela sabe o que fazer para sair e que o sistema do corredor seria desligado).

O pessoal aproxima dela e ela resolve atirar no Bryan, mas acaba errando. O Fernando chega nela e ela comenta que precisava matar alguém. A voz aparece mais uma vez relatando que a saída é com que “os inimigos estão dentro de nós mesmos”.

A dupla que estava com eles, acaba comentando que era “aqui” e o Johnny tira sua camiseta e que nas costelas dele tem uma cicatriz. Ele enfia o dedo na cicatriz, relatando que eles acreditaram que eles eram caçadores de recompensas, e retira dentro dele um dispositivo comentando que eles também eram da Ordem .

Esse dispositivo é uma granada e ele atira no espelho, que ao cair, eles deparam com dois homens que estavam atrás, que acabam correndo, subindo um corredor.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Ele encontra todos os equipamentos jogado ao lado e a mochila do Bryan. Eles se equipam e partem atrás dos dois ocultistas. No final do corredor, eles deparam com 5 membros ocultistas com roupas bastante estranhas.

Imagem: Reprodução/Cellbit

O Luciano desperta com o tiro que o Rubens acaba errando ao tentar acertar os ocultistas e parte para o ataque. Durante o confronto, eles sofreram bastante dano e feridos, mas conseguiram matar todos os ocultistas, encontrando um local cheio de papeis e corpos.

Luciano pergunta quem era a dupla e eles comentam que são agentes da Ordem e deixaram serem capturados de proposito por um culto, participando de um jogo doentio. O evento foi promovido pelo Anfitrião e que os agentes conseguiram pistas com o Samuel, onde acabaram sendo sequestrados e trazidos para esse prédio.

Bryan está livre para fugir e corre, a Erin encontra R$ 3 mil, munições, uma pulseira que ela sente ter algo especial em uma delas e uma máscara que ela poderá usar como fonte de energia para seus rituais. Eles encontram vários mapas e com vários lugares marcados, pelo Brasil e algum outro lugar do mundo.

O Johnny reconhece um local e relata que ele conheceu por ser o orfanato que ele cresceu, o Santo Menefreda. O Fernando volta para o corpo e a Erin fala sobre o Orfanato. O Johnny mostra o local do Orfanato e parte ao lado do Rubens para suas próximas missões, se despedindo da Erin e Fernando. Terminando a sessão.

Fanart de Ordem Paranormal: Desconjuração da Semana

Com objetivo de divulgar o trabalho artístico do público de Ordem Paranormal, publicaremos uma arte que recebeu bastante destaque no Twitter com a #Fanart, #OrdemParanormal e #Desconjuracao.

Essa triste maravilha é do Gnos e ele sempre lança artes do universo de Ordem Paranormal, basta acessar o perfil dele para saber melhor.

Observação: Foram 4:26 minutos de live até que a energia do Cellbit cai e ele volta 3 minutos depois com mais 47 minutos.

IMPORTANTE: CELLBIT ANUNCIOU QUE O PRÓXIMO EPISÓDIO SERÁ O FINAL DESSA PRIMEIRA PARTE DE ORDEM PARANORMAL DESCONJURAÇÃO (pausa para as férias e etc).

Que episódio maravilhoso. Não sei se foi um filler ou algo de fato do universo, mas foi perfeito. A participação do Alan FINALMENTE no RPG foi incrível e o Felps finalmente com mais uma participação especial, depois de ser o Ajudante em Ordem Paranormal: O Segredo Na Floresta. Se bem que o Johnny é do orfanato, será que eles vão aparecer em mais episódios ou voltam para a Ordem para se recuperarem.

Resumo todas semanas sobre a Ordem Paranormal: Desconjuração, aqui na PlayTimes.

Comentários

Copyright © 2020 PlayTimes

Sair da versão mobile