Connect with us

Entretenimento

Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 06

Publicado

on

O sexto episódio da terceira temporada do RPG de mesa do Cellbit, Ordem Paranormal: Desconjuração, aconteceu neste sábado (5), em seu canal na plataforma Twitch. Confira o resumo dos principais momentos do melhor RPG de mesa.

No orfanato, eles encontraram uma cela com pessoas bem feridas, cheias de tatuagens. Elas se aproximam deles, um pouco animados ao saberem que eles são da policia. Encontra um homem em outra cela, completamente enfaixado. Até que, em outra cela, eles encontram com a Liz, que é interpretada pela Gabi Cattuzzo.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

O Mestre informa que o episódio 6 poderá ser o mais longo de todos, ou seja, resumo mais longo também.

Leia também: Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 05.

Primeira Parte

O episódio começa com a Elizabeth recebendo uma pista com o grupo diretamente conectado com a desconjuração. Ela alugou um prédio e durante a investigação, seu apartamento foi invadido e ela foi levada. Até que ela estava ao lado do seu antigo companheiro Gustavo, jogados no caminhão junto com outros mendigos.

Ela foi levada para algum lugar, estava presa dentro de uma cela ao lado do Gustavo. Guto foi pego ao tentar encontrar com a Liz em seu apartamento. Liz não consegue parar de pensar sobre o que já aconteceu, como o Leonardo Gomez e o Santo Berço.

Até que meia noite o Guto é pego e levado para fora da cela. Liz fica desesperada, pedindo para que ele não seja levado. Até que um tempo depois. A Liz começa a escutar a voz do Thiago (Rakin começa ter o dialogo com ela somente por voz e sua imagem mais clara no mapa). Ele pede que ela pare de se cobrar tanto e ela não aceita, chorando pelas perdas que teve.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Em uma atuação perfeita da Gabi, ela emociona o chat com seu dialogo com o Thiago. Ela comenta com Thiago que precisa muito acabar com tudo isso, mesmo sozinha ou não. A porta abre, o Thiago some e um corpo é jogado em sua cela. O Guto levanta com dificuldade e com um monte de tatuagens em seu peito, escritas com histórias de terror.

Liz tenta acalma-lo, após ele questiona-la sobre os motivos de estarem ali. Ela logo percebe que eles de alguma forma entraram na mente dele. Dia seguinte, eles levam o rapaz mais uma vez. Nisso, na cabeça da Liz ela começa a ver o Thiago novamente e passam por uma discussão.

Ela se sente insuficiente ao tentar ser algum exemplo para o Joui, que ela tanto ama. Se colocando como fracassada e sempre cobrando que os meninos e o Thiago não mereciam passar por tudo isso. Ela não quer deixar que o paranormal acabe com eles. O Thiago some e o Guto volta mais uma vez. O corpo dele está completamente tatuado, olhos esbranquiçados, expressão vazia e o corpo abatido.

Ele não consegue enxergar nada e conversando com ela, ele começa a gemer palavras estranhas e repetir as mesmas coisas sempre olhando para ela, como os existidos. Mais uma noite as silhuetas voltam, mas não para pegar o Guto e sim a Liz. E antes que ela consiga relutar, uma agulha com algum medicamento chega ao corpo dela. Ela começa a ter um pesadelo terrível.

Nesse pesadelo, ela começa a ver um fogo em seu quarto, com vozes familiares vindo de dentro dele, como a do Thiago, Daniel, Alex, Cris, Gonzales, até que uma silhueta começa a sair, ela não consegue identificar. Até que ao estender a mão para ela, é a sua mãe que começa a pegar fogo e virar uma gosma ao chão. Liz começa a escutar os gritos de sua mãe e tudo que ela sente é vontade de toca-la, e quando toca, o sonho acaba.

Ela acorda em uma sala completamente vermelha com homens e semi mortos. O homem que tatua a sua pele, para assustado e abre um enorme sorriso quando percebe que ela é marcada. Ele pega outra injeção e injeta nela até que seu corpo apaga. Ela consegue escutar tiros e tempos depois com vozes familiares. Até que ela se depara com seus amigos chegando em sua cela.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

O Joui chega desesperado tentando abraça-la pela grade. Ela tenta alerta-lo de que eles precisam ir embora. Ele pergunta que fez aquilo e ela comenta que são as pessoas da desconjuração. Um homem com um braço arrancado e etá preso na cela na frente ao dela começa a gritar, perguntando se eles são da policia. Beatrice tenta acalma-lo.

Quando o Dante é apresentado para Liz, ela assusta. Ela fica com muita raiva ao vê-lo solto, questionando o Senhor Veríssimo de solta-lo. Ela começa a explicar que o Dante está conectado ao Leonardo Gomez, ao Santo Berço e com tudo da desconjuração. Joui toma a arma dele e pergunta a conexão dele com o Santo Berço.

Beatrice explica sobre ser da Ordem e o pouco que conhece do Dante, ao pedir ajuda com explicação para Liz. Ela comenta que o Dante que participou do mesmo ritual que o Leonardo Gomez, até que ela correu atrás e descobriu o paradeiro do Dante. Ela relata que o Santo Berço está conectado com Leonardo e o Dante e que eles são inimigos para ela.

Dante começa a explicar que o Leo é uma das crianças que cresceu com ele. Ele solta a mesma explicação que deu quando estava na Ordem e explicou como o Fernando morreu. O Guto aparece perto da grade emitindo o som que os existidos fazem. Liz começa a contar o que ela lembra que aconteceu na sala vermelha e que ela era marcada, mesmo não fazendo ideia do que aquilo signifique.

Kaiser e Arthur saíram para investigar o final do corredor enquanto e Beatrice tenta arrombar o cadeado. A dupla encontra um escritório no final do corredor com um quadro preto vazio em uma das paredes. Kaiser vai ate o computador em busca de pistas e encontra um email recebido e um enviado.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

No conteúdo do email, José relata que encontrou em uma mulher o que a pessoa que recebeu anonimamente e terminou com “Kian sabe!”. O email recebido era de que a desconjuração começa e que só precisavam aguardar que os outros marcados busca-la, terminando com “Kian sabe!”.

Arthur encontra o material da Liz e algumas chaves e liberta a Liz de sua prisão. Kaiser tira uma foto e quando olha as fotos antigas mais a foto nova, ele percebe que elas estão do mesmo jeito que antes mas dessa vez também sem o nariz. Kaiser repassa sobre as informações dos emails que ele encontrou na sala com o Arthur em relação as pessoas marcadas.

Liz fala da reação de felicidade do cara quando descobriu que ela era “marcada” enquanto estava na sala vermelha. Beatrice começa a falar sobre a forma como todo mundo inimigo age de forma como queria que eles estivessem naquele local. Eles começam a libertar os outros que estavam presos.

O Arthur fala sobre “transcender” e a Liz começa a questionar o que era aquilo, mas ele decide conta-la mais tarde. Todos os libertos estavam muito abalado psicologicamente, agindo como os semi mortos, alguns até mais parecido. Enquanto isso, Dante vai até o escritório em busca de alguma pista.

Ele encontra uma carta da Irmã Thelma que foi para o Padre Ronaldo e uma chave pequena. O conteúdo é sobre o comportamento das crianças e sobre as punições que estavam aplicando neles. Eles debatem se devem ir para o lugar marcado do mapa como um lugar perigoso ou ir embora e levar o pessoal. Até que eles entram em acordo de deixar o pessoal fora do orfanato em um lugar mais afastado e voltarem para investigar o restante do orfanato.

Joui entra em uma sala, no caminho para fora e encontra nessa sala vários potinhos de tinta preta e uma maquina de fazer tatuagem. Dante encontra correspondências de Alvaro Augusto e uma delas com a palavra “ENEM”, que de acordo Liz é a escola em que o Alvaro que ela estava investigando, foi morto.

Liz começa a falar sozinha para o grupo, mas na verdade estava em dialogo com o “espirito” do Thiago, contando de sua primeira missão (primeira temporada de Ordem Paranormal). Preocupado, Joui questiona a Liz pelo fato dela conversar sozinha e ela explica que conversa com o Thiago as vezes.

Na segunda sala, eles encontram uma sala repleta de tatuagens, com um símbolo enorme no chão e uma cadeira no meio. Liz reconhece como a sala vermelha e relata que no simbolo (da desconjuração), cada um dos semi mortos estavam nas pontas. Quando Beatrice entra na sala, Orpheu mais uma vez fica inquieto e começa a voar. Enquanto ele voa, ele começa a brilhar e emite uma luz, com seu corpo cheio de letras. Beatrice começa a lembrar que ela já esteve nessa sala e que lá que ela havia perdido a memoria, pelo ritual.

Imagem: Reprodução/Cellbit

Dante tenta alertar a Beatrice de não pisar no simbolo para que ela não lembrasse de algo. Ao pisar, Beatrice tem mais um flash dela chegando no orfanato destruído e ao ver tudo aquilo, ela volta. Ao tentar aproximar mais do símbolo, Dante agarra ela e pede para que a mesma não aproxime do símbolo. Ela tenta relutar e convencer o grupo a importância de entrar e recuperar suas memorias para ajudar o grupo.

Beatrice perde 12 de sanidade ao pisar no símbolo e ao tomar esse abalo, ela está bastante nervosa com essa experiencia ruim de recuperar essas lembranças. Liz a alerta de ter cuidado ao pisar no símbolo da desconjuração. Os escritos no Orpheu são relatos de alguém contando sobre sua vida triste, apontada como uma mulher e não sabendo dizer se são da Beatrice ou não.

Os textos ao redor do símbolo da desconjuração, são textos parecidos com o dos escriptas. Na cara da Liz estava escrito “tudo girava. mais uma vez acordei“. Liz começa a sair da sala e a Beatrice pega o celular e tira uma foto do ritual da desconjuração. Joui sugere de explicarem sobre tudo para Aghata ou Senhor Veríssimo. Ao saírem da sala, Orpheu para de brilhar e volta ao normal.

Eles voltam para o corredor, e ao chegar perto do elevador, ele encontra o Anthony (o Escripta da biblioteca) dando sua risada e descendo junto com o elevador. Com o painel completamente destruído, eles decidem ir pelas escadas. Na carta da Freira, Dante percebe que tinha um papel com um mapa do segundo andar.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

O Dante faz mais um ritual com o celular, com o olho brilhando em amarelo, perdendo 3 de sanidade. Ele consegue sentir que existe duas criaturas no dormitório mas que existem mais além dessas. Então, eles decidem ir pelo caminho dos dormitórios deixando os que estavam preso para trás esperando eles voltarem para passarem por segurança.

Ao entrar, depara com um corredor, existidos deitados no chão e uma nevoa muito densa. Ao abrir a porta de uma sala, eles deparam com dois existidos em pé pelo caminho. Eles conseguem matar os existidos e mais na frente encontra um corpo com uma poça no chão, com um cheiro e aparência parecido com o de Santo Berço.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Eles encontram um existido muito diferente e aparentemente mais forte, o Existido da Morte. Logo atrás, aparece outra e a Gabi consegue destruir o da frente após ele causar algum impacto mental no Joui. Após diversas tentativas com tiros, com o Kaiser quase atirando e matando a Liz, eles conseguem destruir a criatura sem serem muitos prejudicados por ela.

Ao passar pelo lodo, Liz recomenda que ninguém toque nele. Em experiência que o Dante passou, ele sabe que é comum ter esse lodo em rituais de morte e aproxima para investigar mas recua quando Joui o alerta. Mais na frente, eles encontram outro quarto e o Kaiser depara com um desenho de um homem de terno assinado pelo Bruno.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Kaiser relata sobre o seu amigo de infância, Bruno. O desenho tinha um senhor de terno, com a descrição “padrinho Arnaldo”, que é o pai do Thiago. Kaiser relata a forma como conheceu o Bruno e conta do desenho, mas ele não conhecia o Arnaldo Fritz. O Dante fala que tem um marca-passo e a cirurgia quem bancou foi o Arnaldo.

O celular do Joui começa a tocar, mas sem sinal e ele não consegue atender por causa de uma mensagem de “cartão SD faltando“. Kaiser não entendo o motivo daquilo acontecer e ele pega o cartão SD que encontraram no episódio passado, o celular do Joui começa a aparecer um simbolo na tela com uma mensagem no final escrito “obrigado“.

Eles estão muito confuso com tudo aquilo. O celular é desligado, mas ao ligado ele percebe que um simbolo (bem diferente do símbolo da desconjuração) aparece no celular. O Kaiser reconhece como o simbolo que fez ele entrar na ordem para investigar. Dante sabe que é um ritual que envolve energia e conhecimento.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Enquanto eles conversavam, Arthur observe que em uma fresta, o olho com as duas pupilas estão olhando para todo mundo e com lágrimas saindo, mas desta vez começa a aparecer alguns dedos longos e acinzentados bem longos aproximando do Joui. Quando ele grita para saírem, ele olha novamente e não tem mais nada.

Segunda Parte

No meio de tudo isso, o Guto alcança ele com os outros sobreviventes logo atrás dizendo que não conseguiram para-lo. Em outro quarto, eles encontram com um livro infantil e nele um ritual. De acordo o Dante, o ritual transmite uma áurea “boa” para rituais.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Em outro quarto, ao Beatrice abrir a porta, uma silhueta se forma com uma luz azul forte vindo em direção dela. Ele começa a tomar uma forma humanoide e em seus olhos apenas um vazio. E mais na frente outras duas, na cor rosa e verde.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

A criatura não parece nem líquida, sólido ou gasoso, passando por essas três fases. Uma delas, chega até a Beatrice e coloca as mãos em seu rosto, perdendo 6 pontos de sanidade (o Mestre informa que devido a perca de sanidade, ela adquire um trauma e na rodada da Beatrice, ela vai tirar na moeda se ataca o inimigo ou o aliado pelas próximas 2 horas).

Joui consegue, com sua flecha, finalizar o bicho que segurava a cabeça da Beatrice. A próxima criatura ataca ela novamente e ela fica com azar por 3 rodadas. O Joui acerta a flecha no ombro da Beatrice, fazendo com que ela fique somente com 1 de vida, ficando gravemente ferida. A Liz consegue finalizar o segundo monstro com um soco.

O último deles, o rosa, começa a tremer e emitir alguma especie de eletricidade e ataca a Liz, paralisando ela por uma rodada. O Dante usa o kit de primeiros socorros para recuperar um pouco de vida da Beatrice. O Joui sofre um de dano pelo monstro e perde 3 pontos de sanidade. O Arthur pega as cinzas que estavam em outro quarto e tenta entregar para o Dante. O Kaiser consegue eliminar a última criatura.

Dante realiza um ritual para ajudar nos ferimentos da Beatrice, mas que a cor ao invés de branco, brilha com a cor preta. Ele perde 6 de sanidade. As cinzas voam das mãos do Dante e pousam em cima da cicatriz dela, fazendo com que ela sinta dor de cicatrização e ela recupera 5 de vida (o total do dano que ela recebeu).

A Liz sente uma energia não muito agradável e lembra dos efeitos que os cristais mágicos de Santo Berço causavam. O Kaiser, ao investigar pelo quarto em que estavam os últimos monstros, ele encontra um caco de vidro e tem um simbolo nele. Ele guarda para levar para a Aghata (o símbolo é o do Enigma do Medo).

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

De acordo o Dante, não é nem um ritual de Morte, Sangue ou Conhecimento, sobrando somente dois elementos: Energia e ?. O Joui mata um dos existidos e a Liz questiona que uma delas poderiam ser ela e/ou o Guto.

Liz conversa com o Dante em algum momento, relatando ter 28 anos e explicou sobre o ocorrido para ela parecer bem velha. O Dante ficou bastante curioso com os comentários dela. Kaiser encontra outro cristal com outro simbolo e esse o Dante reconhece como o ritual de cura que ele tem na mão. O espiral, de acordo o Dante, é ligado ao ritual de morte.

Os agentes da Ordem mais os ex prisioneiros, descem as escadas, voltando para o andar de baixo. O ambiente daquele lugar é mais frio e estranho. No final de um corredor, o Arthur depara com uma coisa preta no chão e ao aproximar ele depara com uma coisa com tentáculos. Eles reconhecem esse formato com uma figura feminina e aspecto fantasmagórico. No meio do quadril tem um buraco, movendo em direção do grupo.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

O mestre deu uma dica de que eles corram! Muitos perdem 7 de sanidade. A Liz reconhece o bicho (boss da primeira temporada) e grita para todo mundo correr, tentando fugir, mas com movimentos contabilizados com uma quantidade especifica para cada um de acordo os dados.

 Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

O Mestre adicionou 45 minutos de tempo real para que eles pudessem fugir do boss. Durante a corrida, o Dante encontra um anel. Um dos ex prisioneiros acaba sendo pego pelos cabelos do boss e explode os olhos dele pela boca e sua mandíbula quebrada, caindo morto ao chão.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Quando Dante aproxima do simbolo, ele escuta a voz da Nina, uma das crianças do orfanato que ele conhecia (ela morreu durante o incêndio). Ela fala que a porta cheia de carne atrás do simbolo precisa de algo para ser aberto. A Nina chama o Dante de Gaspar e ela pede um coelhinho em troca da abertura da porta de carne.

A Degolificada pega o Guto com seu cabelo e o Joui foge para cima. O Kaiser pega uma granada que a Erin o entregou e joga nela, mas erra (tirou desastre) e ela bate no seu pé, sofrendo 7 de dano (ele estava com 7 e ao ficar com 0 precisa de um teste de constituição para ver se morre. No teste ele desmaia e é jogado para o chão com o fogo desconfigurando metade do seu rosto).

O Arthur corre para tentar carrega-lo e gritando por ajuda para o Joui. O boss estoura o rosto do Guto e mata ele. O Joui tenta ajudar com o kit de primeiros socorros, mas precisava de um kit de queimaduras e ficou na sorte do dado do Kaiser, mas ele conseguiu ter mais uma rodada vivo.

Outro cara que estava escondido no escuro é pego pela Degolificada. O Dante tenta usar seus poderes para ajudar o Kaiser e corre em direção dele. O Arthur consegue reanima-lo com alguma pomada encontrada no kit. A Liz consegue empurrar um armário e encontrar uma caixa com vários brinquedos de pelúcia.

Com o Kaiser recuperando, Dante vai para a sala ao lado e encontra a cabeça de um coelho de pelúcia. O boss mata o ex prisioneiro que estava escondido. Joui dá o dano máximo no boss com sua flecha no meio da cabeça dela, mas ela continua se movimentando. A Liz reconhece um corpo de coelho decepado grita para o pessoal, enquanto volta para o corredor.

O tempo se esgota e a Beatrice escutou um caminhão chegando na frente do orfanato e ele estaciona. O Joui chamou a atenção dela para um quarto, tirando ele do caminho do Kaiser que ainda se encontra desacordado.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Beatrice grita para o Dante que tem mais gente chegando e que precisam sair de lá urgentemente. Quando Dante chegou com a cabeça do ursinho para entregar a Nina, ela fala que deveria ser entregue para “ela”. O Dante usou de seus poderes para curar 2 de vida do Kaiser.

O Joui é pego pelos cabelos da Degolificada e ele sente os cabelos segurando sua boca. Em sua ação, Joui consegue pegar uma faca e cortar o cabelo dela, com ele caindo do chão, se soltando dela. Liz corre em direção da criatura e do Joui e segura o coelhinho entre eles. Ela pega a Liz, levantando ela com o coelhinho nas mãos, pegando o coelho com seu cabelo e soltando a Liz no chão e saíndo.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Uma voz pequena começa a relatar sua morte para Gaspar, como alguém estava a atacando e matando e que o Gaal estava lá e não fez nada. Até que “ela” chegou com o coelhinho, sugando tudo dela e a pequena criança desfaz feliz por pegar o colehinho dela. Ela desaparece e o coelho está no chão com uma figura nele.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Todo mundo se envolve em torno do Kaiser e a Liz tenta ajuda-lo, a Beatrice lembra que eles chegaram com o caminhão e a Liz pede para ela falar para o Dante para protege-los. Dante pega o Coelho e lembra de uma menina e ele lembra que é a Anubi que andava com aquilo e ele não sabia porque o Gaal e ela fariam isso com a outra criança.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

O Dante pega a pelúcia e quer fazer um ritual de transcender com ele, criando um circulo no chão. O Mestre chama ele para outra sala privada e é feito algumas perguntas. O Dante percebe que aquele ritual é de destruição e precisa de meia porção de cinzas humanas, para destruir seu alvo. O Dante tem atributos melhorados e sabe que o Arthur também teve essa força aumentada, mas que não foi revelada.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

A Liz cura o Kaiser, que acorda com muita dor sem lembrar muito do que aconteceu. Liz e Dante caminham até a porta protegida por um ritual cheia de sangue e carne e ele quer testar seus novos poderes. Liz pergunta pelo Guto e o Arthur caminha até ela dando a triste notícia. Dos ex prisioneiros, apenas o casal da última cela estão vivos.

Liz sai desesperada para trás, em busca do Guto e encontra seu corpo caído ao chão com o rosto completamente desconfigurado, igual o Gonzales e o Bombeiro de seu primeiro caso. Ela começa a chorar desesperadamente por perder mais um companheiro. Ela acaba se culpando mais uma vez pelo Guto ter seguido ela e acabado morto ali. O Thiago aparece e conversa com ela, tentando anima-la.

O Arthur aparece e com mensagens carinhosas, acalma a Liz. O restante da equipe tenta quebrar a porta para conseguirem fugir. O Kaiser acorda e ascende um cigarro. O Joui enfia a sua espada, corta um pouco e ela se regenera. A única alternativa é o Dante fazer um ritual, agora mais forte ele consegue fazer com que a porta desintegra, com sua carne apodrecendo e liberando caminho.

O Kaiser consegue caminhar e vão em direção para o caminho livre. Ao aproximar, eles escutam muitos existidos gemendo e muitos deles estão bloqueando os caminhos da frente. Eles decidem passar no caminho no meio deles, com tentativas de existidos tentando agarrarem.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

O Arthur tem sua mochila pega por eles, que estão no meio e não param de aproximarem deles, até que todos param e ficam quietos. Até que todos começam a repetir “Kian” caminhandp para frente em direção de onde eles estão indo até que um caminhão chega e ascende uma luz forte. Até que um homem está no meio e ele é o Leonardo, que logo a Beatrice e o Dante reconhecem.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Ele caminha em direção do Dante, colocando a mão em seus rostos. Um barulho de corrente puxa ele e tem um homem que o controla, falando “volta aqui Kian”, a voz fo Gal. Todos os outros ocultistas estão atrás dele, Dante reconhece o Gal. O Dante está bastante irritado pelo que fizeram com a Nina.

Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit
Desconjuração. Imagem: Reprodução/Cellbit

Gal está bastante feliz com a chegada dos amigos de Gaspar/Dante, mas decepcionado por eles ainda serem fracos. Gal o provoca ao lembrar da Jasmim e chama atenção da Lília. Duas criaturas enormes estão acorrentados ao Gal, são as criaturas que o Kaiser viu na noite que o caminhão chegou. Gal fala que falta pouco para tudo ser concluído.

Uma moça atrás aparece e abre um leque fazendo com que todos sejam congelados e paralisados, estando de pé e sem conseguir fazer uma ação ativa. Gal puxa o Kian e repete que o caminho está bastante trassado mas falta bastante e que o espaço precisa ser preenchido. Ele vai até a Liz e chega perto do ouvido dela, provocando-a.

Ele faz com que o Joui saque a catana e se ajoelha, entregando sua arma para o Gal, no momento que o Joui tenta impedi-lo. Até que o Gal encosta a catana no pescoço do Joui, sentindo a lamina fria e quase sendo cortado. A Liz grita para não enconstar em seu filho e Gal se declara injustiça, virando a espada e cravando no peito da Liz.

Liz sente seu coração ser cortado a cada batida e está morrendo aos poucos. Ela se vê quando criança pequena segurando a mão de sua mãe e sente o sabor doce do primeiro sorvete de chocolate que ela colocou na boca. Liz finalmente morre vítima da espada de Joui. Kian se aproxima e fala: “A desconjuração não acabou, as peças continuam movendo para o final. Kian sabe!”.

Fanart de Ordem Paranormal: Desconjuração da Semana

Com objetivo de divulgar o trabalho artístico do público de Ordem Paranormal, publicaremos uma arte que recebeu bastante destaque no Twitter com a #Fanart, #OrdemParanormal e #Desconjuracao.

Essa arte maravilhosa é da Papi, que fez um dos Escriptas com a faga na garganta da Beatrice falsa. Você pode acompanha-la em seu perfil do Twitter.

Observação: Foram 6 horas e 47 minutos de sessão

Que episódio! A atuação da Gabi no começo eu simplesmente chorei de tão perfeita que foi. Olhei na cara dela e gritei Atriz! Quase que o Kaiser ficou com Deus e esse caminhão ainda para eles enfrentarem, próximos episódios prometem. O maior inimigo sempre é uma porta.

A LIZ MORTA EU NÃO ACEITO CARA MDS MINHA LIZ!

Tenho uma teoria de que a Beatrice é uma vilã e perdeu as memorias para ser infiltrada na Ordem em Desconjuração. O Dante pode ser aliado dela ou não (casada também com minha teoria inicial que o senhor Veríssimo também é um vilão, só que não aliado dos ocultistas e sim um cara obcecado por algum poder, sendo o maior vilão no final de tudo, para além da temporada de Desconjuração).

Resumo todas semanas sobre a Ordem Paranormal: Desconjuração, aqui na PlayTimes.

Formado em economia, ator e apaixonado por games!

Comentários