Connect with us

Entretenimento

Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 04

Publicado

on

O quarto episódio da terceira temporada do RPG de mesa do Cellbit, Ordem Paranormal: Desconjuração, aconteceu neste sábado (21), em seu canal na plataforma Twitch. Confira o resumo dos principais momentos do melhor RPG de mesa.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Após descobrir que os ocultistas estavam levando as pessoas para o orfanato, eles encontraram uma fotografia. Nessa imagem, estava o Dante, um ocultista que foi pego e preso pela Ordem. Eles vão até o lugar que o os prisioneiros da Ordem ficam e encontram com o Dante.

Leia também: Ordem Paranormal: Desconjuração episódio 03.

Primeira Parte

Beatrice entra na cela do Dante, mas o mesmo não a reconheceu. O Senhor Veríssimo aparece em seguida, relatando que Dante foi pego de forma confusa e relata que ele não é uma pessoa perigosa.

Dante continua sem reconhecer Beatrice. Ele até lembra da Ana e do Gal, mas não lembra dela. Dante relata que o orfanato pegou fogo há 11 anos atrás, no dia 11 de fevereiro de 2009. Dante relata que o Senhor Arnaldo (pai do Thiago), foi o mais próximo que ele teve como pai. Beatrice comenta que tanto o nome dela como do Dante foram escolhidos pelo Arnaldo, como referência da obra de arte Divina Comédia.

Ao olhar para Beatrice no primeiro momento, Dante a chamou de Lilia. O Joui questiona se esse era o nome antigo da Beatrice, antes do Arnaldo batiza-la com esse nome.

Quando eles saíram da cela e levaram o Dante para a sala, Erin o reconhece. Dante conta sobre o acidente que teve com o Fernando, que foi quando ele estava tentando salvar a vida de uma criança e que para isso precisava de dois voluntários, que foram Fernando e Luciano.

Fernando não reconhecia o rosto, mas sabia que aquele era o Dante, e que ele estava no lugar quando ele acordou no corpo do Luciano. Erin fala do Leonardo que foi morto durante o ritual do Fernando, e a Beatrice lembra um pouco que era o nome de uma das crianças do orfanato. Kaiser relata sobre os jornais que encontraram Denis Batista, a criança que o Dante relatou tentar salvar no ritual.

Fernando se machuca com um copo para despertar Luciano, que logo acorda com muita raiva ao ver o Dante. Luciano relata que o Leonardo iria ajuda-los, mas acabou que tiraram a vida do Fernando. Luciano conta que ele sequestrou a criança para salvar a vida do Fernando e a equipe fica meio chateada, quase gerando um pequeno confronto.

Kaiser leva umas balas de ocultistas que ele encontrou até a Aghata e a mesma faz um ritual para que as balas fiquem mais fortes. Luciano vai até o Senhor Veríssimo, que logo recebe uma bronca do mesmo após questiona-lo sobre libertar Dante para ajudar a equipe.

Joui comenta sobre uma Seita das Máscaras, que foi um dos caras que ele prendeu e que pode ter alguma relação com os outros casos. Ao comentar sobre isso, Dante lembra que essa Seita é algo bem famoso no submundo (grupo dos ocultistas) e que o Leonardo tinha contato.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Joui, Kaiser e Dante vão até a parte de prisão e encontra com um galã em busca de informações sobre a Seita das Máscaras. O cara intimida Joui, falando que “eles” vão pega-lo. O nome dele é Nathanael. Ele fala sobre a tatuagem que estava na palma da mão do Dante e que ele acabou mostrando e explicando que essa tatuagem foi um aprendizado sem escolha que teve como ocultista.

A tatuagem ela pode deixar uma pessoa doente e acelerar a doença nela. Durante essa explicação, Kaiser observa que mais uma vez, em uma fresta, um olho o estava encarando, que desaparece em seguida. Voltando para Nathanael, ele só trocaria informações pela sua liberdade.

Ao ser questionado pelo Joui mais uma vez sobre a Seita, ele fala que a única coisa é que a Seita iria mata-lo, deixando uma mensagem “cuidado com aqueles que se encontram nas sombras”. Sendo questionado sobre o Leonardo, Nathanael fala que ele era um amigo do pessoal da Seita.

Para a missão, somente Fernando e Erin ficam na base secreta da Ordem. Perto de sair, encontram com Paulo Machado, um dos agentes mais antigos da Ordem. Ele está em uma cadeira de rodas e é um senhor bastante animado e chegava para conversar com o Senhor Veríssimo.

No caminho para o orfanato, Dante vai guiando o pessoal. Porém, a van quebra no meio do caminho, fazendo com que a equipe passe 3 horas concertando o carro, até que o Dante reconhece uma estrada alternativa. Nessa estrada, Beatrice começa lembrar um pouco da área e lembra de outra rota alternativa por cima de um murro, onde terá mais visões sobre o orfanato, um lugar mais seguro.

Porém, quando estavam nesse caminho, eles percebem que um caminhão estava chegando ao orfanato (Luís e Kalera despedem da live, visto que não estão na missão).

Curiosidade sobre o senhor Paulo Machado: Paulo Machado, conhecido como Paulinho, viveu no hospital desde de criança por causa de uma doença e há poucos dias ele morreu. Ele era um grande amigo do Cellbit, e a frase dele era “Vale muito a pena viver“, então o Cellbit fez uma homenagem a ele.

Segunda Parte

Ao observar o caminhão chegando no orfanato, saem inúmeros homens tatuados e bem armados, com quase no mínimo 40 homens. Por último, saindo do caminhão, Joui e Dante encontra uma pessoa muito enorme e parece ter 4 braços e ao lado dela uma criatura parecida, só que menor e cinza. Um homem com uma venda nos olhos e cabelo preto carrega acorrentado as duas criaturas.

Joui aproxima um pouco do orfanato e percebe que é impossível eles avançarem mais. Eles esperam e lá pelas 4 da manhã todos aqueles que chegaram mais cedo, acabaram de voltar para o caminhão depois de uma noite com muitos gritos e tiro dentro do orfanato.

Chegando no orfanato, Beatrice e Dante reconhecem o local. Dante relata que consegue enxergar o paranormal e faz um ritual segurando um colar no pescoço e a outra mão no celular. O símbolo na testa do Dante brilha muito enquanto ele olha para o local. Ele reconhece que existe algo paranormal, mas não consegue dizer onde, somente que existe muita energia do lado direito.

Dentro do orfanato, eles encontram um homem e uma mulher encapuzados e tatuados segurando uma pessoa semi morta e cheia de tatuagens com textos. Essa criatura repete um nome parecido com o do Arthur várias vezes. Mesmo com a lanterna apontada para eles, não perceberam. Dante comenta que parece que eles são cegos.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Eles seguem o homem e a mulher carregando o semi morto até uma sala que saia uma música. Kaiser relata que um dos acontecimentos enquanto esteve de vigia, era de uma luz com barulho no segundo andar. Eles entram na sala e encontram, além dos três, mais duas pessoas e uma criatura magra de tatuagem, como o semi morto.

Ao entrar na sala, eles entraram em conflito com os caras tatuados (o mestre chama esses caras de scripta). No meio dos conflitos, um semi morto para em frente ao Joui e fica o encarando sem fazer nada, apenas sussurrando e com um olhar humano completamente vazio.

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Eles conseguem acabar com os scriptas. Quando Dante analise as criaturas semi mortas, ele reconhece que algumas tatuagens tem frases de famosos ou de filme de terror. Quando Joui tenta eliminar uma das criaturas, todas as tatuagens dela começa a brilhar e ele transforma completamente de forma mais agressiva.

O Arthur conseguiu acabar com ele. A segunda criatura, a que estava no começo, fica segurando a cabeça do Kaiser e sussurrando, mas ele acaba atirando nela, deixando-a morta no chão. Logo após, eles exploram pelo orfanato. Joui encontra com um mapa em uma das salas:

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

O mapa mostra que do lado direito tem alguns rabiscos com a mensagem “dormitórios. não entre. não abra. perigoso. Logo em seguida, encontra uma carta que foi deixado para o Senhor Arnaldo, falando um pouco do Gal que demonstra está cada vez mais rebelde e comentando de outras crianças, feita pelo Padre Ronaldo.

Após tentarem arrombar o cadeado de um dos armários, Arthur percebe que estava sendo observado pelo olho. Kaiser sofre algumas crises de ansiedade e pânico e ao pegar suas fotos, para tentar se acalmar, ele observa algo estranho nelas:

Imagem: Reprodução/Cellbit
Imagem: Reprodução/Cellbit

Terminando a sessão.

Fanart de Desconjuração da Semana

Com objetivo de divulgar o trabalho artístico do público de Ordem Paranormal, publicaremos uma arte que recebeu bastante destaque no Twitter com a #Fanart, #OrdemParanormal e #Desconjuracao.

Essa obra de arte maravilhosa é da Mariana “Imera”, que produz várias outras artes sobre a Ordem Paranormal. Você pode acompanha-la em seu perfil do Twitter.

O que foi esse final? Eu estou com medo, sério! Não aguento mais esperar pela Liz!

Resumo todas semanas aqui na PlayTimes.

Formado em economia, ator e apaixonado por games!

Clique para comentar