Connect with us

Updates

Confira as novidades do Ato III de Valorant

Publicado

on

O Ato 3

Na próxima terça feira, 13 de outubro, o Ato 3 de Valorant substituirá o segundo ato da temporada, e trará consigo novidades para o jogo: um novo mapa, uma nova agente (que será lançada duas semanas depois do próprio Ato 3) e um novo pacote de skins (entitulado Singularity, ou Singularidade). Assim, a nova onda de conteúdos promete inovar a experiência do jogo.

O novo mapa: Icebox

Com o início do Ato 3, a Riot Games anunciou um novo mapa, chamado Icebox. Se trata de uma área secreta de escavação no Ártico, tomada pela Tundra. As características principais desse cenário são os dois pontos de bomba (arenas de combate), as cordas dispostas em sentido horizontal, como tirolesas, e as linhas de visão abertas.

O design do Icebox foi, de acordo com o Chefe de Design de Níveis Salvatore “Volcano” Garozzo, criado para “propiciar confrontos, miras precisas e jogadas adaptativas”. “Nesse mapa, cada um dos pontos principais é um espaço de combate complexo com vários locais para se proteger e muita verticalidade. Também existe uma tirolesa nesse espaço que amplifica a sensação de ação e verticalidade”, emenda Garozzo. As cordas são similares às utilizadas em outro mapa, Split. Porém, aqui, elas voram rotacionadas em 90o, subvertendo o sentido do deslocamento e, assim, dando um novo aspecto a um elemento já conhecido.

Um dos ângulos de visão externa do mapa. Foto: Riot Games

Inicialmente, segundo o Chefe de Arte dos Mapas Devon Fay, o cenário foi inspirado pela sensação de isolamento representada por filmes como “A Coisa” e “Alien”. Além do isolamento, a equipe pretendia aderir ao mapa uma complexidade maior do que a aparência sugeriria, mas sem uma atmosfera melancólica.

A ideia inicial sugeria que o mapa gélido só fosse lançado durante o Episódio 2, já que o Produtor Sênior Dexter Yu havia comunicado que gostaria que um novo mapa fosse anunciado a cada Episódio. Entretanto, o feedback dos consumidores favorecia uma taxa de lançamento de mapas mais alta. “Levamos os pedidos dos jogadores a sério e fazemos de tudo para entregar a melhor experiência possível. Sendo assim, escolhemos começar os testes iniciais do nosso novo conteúdo junto aos jogadores”, explica Yu.

Outro fator que contribuiu para o adiantamento do projeto foi o First Strike. As regras de torneio atuais da Riot ditam que, quando um mapa passa no mínimo 4 semanas em modo Ranqueado, se torna possível usá-lo em torneios oficiais. Assim, se não houverem imprevistos, o novo mapa poderá ser utilizado nas últimas fases do primeiro campeonato oficial de Valorant.

Foto: Riot Games

Singularidade: o novo pacote de skins

Outra novidade trazida pelo Ato 3 é o pacote de skins Singularity, versão anglófona de Singularidade. As skins desse pacote têm um visual altamente tecnológico e misterioso, com o intuito de demonstrar poder e a instabilidade que o acompanha. O pacote tem um custo de 8.700 VP, e inclui um card de jogador, uma arma Confronto, um chaveiro, um spray e as armas Sheriff, Spectre, Phantom e Ares, todos da linha Singularidade.

Os jogadores poderão usufruir dos recursos adquiridos em um sistema de níveis, dispostos abaixo:

  • Nível 1 – Inclui apenas o modelo e os efeitos visuais de mira;
  • Nível 2 – Inclui clarão e áudio de disparo personalizados;
  • Nível 3 – Adiciona uma melhoria de modelo, incluindo animações, efeitos visuais e de áudio personalizados ao equipar e recarregar, e um áudio personalizado ao inspecionar;
  • Nível 4 – Adiciona um Estandarte de Abate e um Finalizador;
  • Nível 5 – Adiciona uma nova variante com efeitos visuais;
  • Nível 6 – Adiciona uma nova variante com efeitos visuais;
  • Nível 7 – Adiciona uma nova variante com efeitos visuais.
Sheriff, em sua skin Singularidade. Foto: dexterto.com

A criação do design das skins do Ato 3 envolveu mais do que um simples e óbvio visual sci-fi. Para a equipe que, até agora, havia trabalhado em um arsenal mais próximo da realidade, isso seria um novo desafio criativo. Entretanto, muitas vezes, isso é um avanço: de acordo com a produtora Preeti Khanolkar, a Singularidade ajudou a estabelecer o processo criativo utilizado hoje pela Riot.

Os artistas começaram o desenvolvimento pela arma Ares, já que era grande e ameaçadora, e ela serviu como base e inspiração para as criações seguintes. “No início do desenvolvimento, um dos nossos artistas conceituais fez um estudo despretensioso: ele basicamente rascunhou umas 25 ideias de skins de arma únicas que abordavam temáticas diferentes. Pensando agora, muitas dessas ideias iniciais deram vida a skins que temos hoje, e as linhas Soberania, Spline e Singularidade chamaram a minha atenção por seus conceitos únicos e abstratos envoltos em elementos sci-fi (alguns desenvolvedores discordam disso, e dizem que a utilização de cristais no conceito da Singularidade é bem mais ‘fantasia’ do que ‘sci-fi’)”, comentou o Líder de Arte Sean Marino.

A nova agente: Skye

O Ato 3 trouxe também uma nova agente: a australiana Skye e sua equipe de feras selvagens. A importância da personagem deve-se, entre outros fatores, de sua função: ela é uma healer (curandeira), a segunda a ser adicionada ao jogo (sendo o primeiro Sage). Além disso, a agente é capaz de localizar inimigos próximos. As habilidades únicas da australiana incluem:

  • Predador Explosivo: o jogador liberta um lobo-da-tasmânia e passa a ter controle do animal. Com o botão de disparo, é possível para frente, gerando uma explosão que causa dano aos inimigos diretamente atingidos.
  • Luz Desbravadora: o jogador liberta um falcão, que pode ser controlado pelo cursor. Com um comando, a ave se transforma em um feixe luminoso que, ao ter contato com um inimigo, gera um efeito sonoro para o jogador. A habilidade é útil para confirmar a presença de inimigos ao entorno do jogador.
  • Reflorescer: segurando o botão de disparo, os jogadores canalizam a habilidade, que cura aliados dentro do alcance da habilidade. A ação pode ser repetida até que a reserva de cura seja esgotada, mas Skye não pode curar a si mesma.
  • (Habilidade Ultimate) Rastreadores: com o botão de disparo, o jogador pode enviar três rastreadores, que localizarão os três inimigos mais próximos. Se um rastreador alcançar um desses inimigos, ele causará visão turva ao alvo.
Aparência da agente Skye. Foto: talkesport.com

O Contrato de Agente do Ato 3 referente à Skye inclui, além da australiana, três sprays, dois títulos, um chaveiro de arma e um card de jogador.

O Battle Pass do Ato 3

Como forma de personalizar a experiência do jogador, a Riot lançou um novo Battle Pass (ou Passe de Batalha) para o Ato 3. O Passe contará com itens habilitáveis únicos, que incluem skins de arma, variantes de skins que podem subir de nível, chaveiros de arma, sprays, cards de jogador, títulos de jogador e Radianite Points. Entre as recompensas gratuitas, se destacam as seguintes:

● Sheriff Arranque (com variantes habilitáveis);
Spray “Se Cuide e Lave as Mãos” com a Viper;
Spray “Jogo Espacial”;
● Chaveiro de Arma “Gelinho, Seu Amiguinho”;

Além das recompensas que não oferecem custo aos jogadores, existem as Recompensas Premium que, apesar do custo, oferecem vantagens para aqueles que as compram. Entre elas, se destacam:

  • Linha de skins Delíquio (incluindo arma Confronto)
  • Linha de skins Jade
  • Linha de skins Arranque
  • Card “VERSUS // Raze + Killjoy”
  • Card “VERSUS // Vandal + Phantom”
  • Spray “Sem Operator” Spray “Manja a Estratégia”
  • Chaveiro de Arma “Lixinho”
  • Chaveiro de Arma “Discoteca”

O Passe de Batalha do Ato 3 terá um custo de 1.000 VP, e será liberado junto com o próprio Ato 3 no dia 13 de outubro.

Mudanças nas ranqueadas

Além de conteúdo adicional, o Ato 3 também trouxe mudanças nos elementos preexistentes do jogo. Especificamente, haverão mudanças no funcionamento atual das partidas ranqueadas, com o objetivo de aprimorar a integridade competitiva desse modo. Antes dessas mudanças, os dois últimos patches do jogo já haviam alterado as ranquadas. A atualização 1.08 garantiu que a rotação de mapas oferecesse uma variabilidade maior, enquanto a atualização 1.09 reduziu as chances de que os jogadores passassem mais de uma hora esperando o início da partida (evento raro para a maioria, mas comum entre os ranques mais altos).

Entretanto, a partir da atualização 1.10, ou seja, o início do Ato 3, as mudanças serão mais significativas. Entre elas, estão as seguintes:

  • Os jogadores agora poderão selecionar o seu servidor de preferência;
  • Será reduzida a desigualdade de ranque para grupos de 6 para 3 tiers, medida aplicada também ao gerenciador de partidas;
  • Mudanças de ranque nos tiers Imortal ou superior serão impactadas apenas pela razão entre o número vitórias e derrotas, respectivamente, e o peso do resultado (número de rodadas vencidas/perdidas). O desempenho individual do jogador não será considerado nesse cálculo;
  • Jogadores receberão sua Insígnia de Ranque de Ato pelo Ato 2, que será exibida no card de jogador apenas para partidas competitivas, e trabalharão na insígnia do Ato 3. o centro dessa insígnia representa a nona melhor vitória do jogador, mas agora os jogadores poderão ver o ranque mais alto atingido no topo da insígnia.

Confira também: Se aposentando do CS:GO, s0m inicia jornada em Valorant

Clique para comentar