Connect with us

League of Legends

Clipe de Jovirone é denunciado por transfobia durante live

Após falar: “O traveco te engana” em live, a comunidade começa a reprovar atitude do streamer com a #TransfobiaNãoÉPiada

Publicado

on

O streamer Jovirone usa exemplo preconceituoso e transfóbico para explicar sobre item do League of Legends e a comunidade não aprova. No vídeo, o streamer usa o termo “traveco” para explicar sobre um item e diversos outros influenciadores repudiam sua atitude.

A streamer Kalera postou em seu Twitter, compartilhando o vídeo, dizendo: “Triste ver que tem gente que ainda pensa assim. Preconceito não é liberdade de expressão/opinião. Transfobia não é liberdade de expressão/opinião. Quem pensa igual a ele, favor parar de me seguir. E quem não vê o preconceito escancarado nisso aqui, favor estudar. Obrigada.”

O vídeo começa com o próprio Jovirone dizendo que seria “cancelado” pelo que iria falar.

A streamer BryannaNasck comenta uma série de elementos cobrando da plataforma Twitch e empresas que apoiam o Jovirone, de manifestar alguma forma de repudio pela sua atitude transfóbica. Bryanna é uma empreendedora, Youtuber, gamer e trans não-binária, além de ser uma das principais influenciadoras da comunidade LGBTQI+ na internet.

Ela informa que a ação do Jovirone é crime, de acordo a lei 7.716/1989. Ela também acrescenta “É completamente inadmissível que tenhamos um comportamento desse em 2020. Não há nada que justifique a transfobia. Uma pessoa pública, que influência milhões ensinando seu público e fazendo a manutenção da transfobia mata todos os dias. Ridículo e revoltante”.

Atualização às 20:30, desta terça-feira (8):

Em resposta à influenciadora digital Bryanna Nasck e seus questionamentos sobre um posicionamento das marcas e empresas vinculadas ao acusado, o Twitter oficial do League of Legends no Brasil respondeu que o comportamento do streamer não é adequado e que a Riot Games repudia os atos preconceituosos. A empresa afirma que as medidas disciplinares adequadas serão aplicadas. Veja abaixo o tweet oficial:

O streamer Jovirone se posicionou sobre o caso em seu perfil no Twitter, alegando não ter percebido em um primeiro momento a problemática de sua fala, mas que, ao reavaliar e considerar os alertas da comunidade, ele notou o quão preconceituoso foi.

O streamer ainda pediu desculpas e se propôs a aprender e se conscientizar, além de se propor a discutir com alguém da comunidade LGBTQI+ em live para conscientizar também o seu público. O tweet oficial se encontra abaixo:

#TransfobiaNãoÉPiada

Para saber mais sobre o mundo dos jogos e dos eSports, fique de olho na PlayTimes!

Formado em economia, ator e apaixonado por games!

1 Comment