Connect with us

Entretenimento

GalaxyyK nos conta um pouco sobre seu RPG de Mesa

Publicado

on

Neste sábado (21), o streamer GalaxyyK anunciou os jogadores que participarão do seu RPG de mesa A Irmandade de Colbato. Entre os participantes estavam o BastetMaethe, Erick Mariotto “MrFall“, Vinie Mattos e a Gabi Cattuzzo (que também é jogadora do RPG de Mesa em Ordem Paranormal).

O primeiro episódio acontecerá no próximo domingo (29), às 15 horas em seu canal na plataforma Twitch.

A PlayTimes conversou um pouco com o GalaxyyK para contar sobre seu novo universo, e é claro, sem quebrar a magia que vocês descobrirão quando começarem as lives do RPG.

PT – Conte-nos um pouco sobre o universo de A Irmandade de Colbato.

GalaxyyK: É um RPG de criação original, dentro do sistema da 5ª edição de Dungeons & Dragons. A imaginação será fundamental para o público que acompanhará as sessões de RPG. Ele terá um objetivo mais narrativo (diferente do RPG do Cellbit que tem algo mais visual).

O pessoal irá imaginar a situação. E somente alguns mapas em duelos que aparecerão para o público poder acompanhar. A Irmandade de Colbato acontecerá dentro do universo de D&D mas em mundos diferentes, os mapas serão discutidos durante o jogo.

PT – Como foram as escolhas dos nomes para compor os jogadores? E como será os personagens de cada um?

GalaxyyK: A ideia inicial seria fazer um RPG com streamers e amigos. Tem o RPG do Cellbit, que já são com pessoas próximas e do grupo. Porém, procurei por jogadores próximos e com disponibilidade. Convidei a Gabi, o Bastet, Vini, Maethe e o MrFall. O pessoal é muito novo no universo de RPG. Inicialmente, tinham 6 jogadores mas teve problemas com disponibilidade e acabou fechando com 5.

O Vini já fez uma campanha em live e deu uma pausa nos RPG de Mesa, voltando agora. A Maethe ficou mega feliz com o convite, nunca jogou mas queria participar. É a primeira vez do Fall e do Bastet também. A Gabi já tem experiência por participar do universo de Ordem Paranormal.

O objetivo era reunir o máximo de pessoas de diferentes públicos para conhecer melhor o RPG. Sobre os personagens, os nomes serão apresentados na primeira sessão, mas a personagem da Maethe é uma feiticeira, o do Bastet é um Druida, o MrFall é um Bardo, a da Gabi é uma Paladina e, por último, o do Vini que será um Ladino.

PT – Sobre você, já tem experiência como mestre? Quanto tempo joga RPG de Mesa?

GalaxyyK: Comecei a jogar RPG D&D no 3.5, era muito criança e sem paciência. Joguei a primeira vez com o Cellbit. Não sabia muito das coisas, por não ter paciência com livros. Foi lá em 2015 e eu tinha 16 anos.

Na metade deste ano, comecei a acompanhar o Critical Role (que é é uma websérie Americana produzida pela Geek & Sundry em que jogam Dungeons & Dragons), composto por vários dubladores e atores. Minha experiência começou uns 2 ou 3 meses atrás.

Eu não estarei sozinho na campanha como mestre, tenho ajuda do Guilherme “Nickworse”, que já é mestre há 8 anos e tem me ajudado bastante com os detalhes. Será a segunda vez que irei mestrar.

Sobre a questão dos livros, é essencial conhecer o livro do jogador ou expansão (o meu será o livro base). Mas para quem tá assistindo, ou a pessoa sabe de um tempo atrás ou procura entender. Ou ela vai absorvendo o conhecimento com passar das sessões.

PT – O que esperar dessa nova jornada?

GalaxyyK: A jornada vai se passar numa fantasia medieval, com muita magia, sangue e maravilhas de um universo medieval fantasioso. Bem inspirado em Senhor dos Anéis, The Elder Scrolls: Skyrim, Game of Thrones e entre outros do gênero. Espero que tenha um alcance bacana. Trazendo bastante pessoas novas que se apaixonem por RPG de mesa. Quero que o universo expanda mais. O público já vem respondendo de forma positiva, com muita empolgação com fanarts e curiosidades de como será.

PT – Demorou quanto tempo para criar? Previsto para quantas sessões?

GalaxyyK: Tive a ideia assim que comecei a aprender, para trazer o mundo para as lives. Foi um mês para criar e juntar os jogadores. Finalizei na sexta passada, as primeiras sessões. Não adianta escrever tudo, se as ações os jogadores podem mudar. Tenho ideia do início e do final, já o meio será determinado com base no jogo.

Sobre o número de sessões, ficará em segredo.

Uma observação, os episódios sairão no meu canal do Youtube depois de gravado, na quarta-feira. Para quem for subscribe na Twitch, conseguirá assistir logo que finalizar cada sessão.

Em nome da PlayTimes, gostaríamos de agradecer o GalaxyyK pela maravilhosa entrevista e estamos bastante ansiosos com as sessões.

Assim como outros RPG de Mesa que acompanhamos, postaremos resumos dos episódios de A Irmandade de Colbato, aqui na PlayTimes.

Formado em economia, ator e apaixonado por games!

1 Comment