Connect with us

CBLOL

Franquias no CBLoL 2021: Falkol Prodigy é a nova parceria do cenário

Publicado

on

Já conhecidas no cenário competitivo de League of Legends no Brasil, as organizações Falkol e Prodigy recentemente decidiram se unir e disputar uma das vagas nas franquias do Campeonato Brasileiro de League of Legends. Em um primeiro momento, ambos os times fizeram inscrições individuais, mas agora seguem juntas em busca de participação no CBLoL no próximo ano, sob o nome Falkol Prodigy.

Desacreditada no início da competição em 2020, a PRG mostrou grande desempenho mesmo perdendo a semifinal do segundo split contra a paiN Gaming no final de agosto, enquanto a Falkol, que hoje conta com players como Zuao e Evrot, vem do Circuito Desafiante após uma campanha não tão satisfatória, quando não chegaram às semifinais por conta de critérios de desempate.

Falkol Prodigy é a nova parceria disputando vaga nas franquias do CBLoL
Marina Leite e Aristóteles Azevedo seguram o Dragão Azul, mascote da Falkol, vestindo a camisa da PRG

A nova organização afirmou ao Globo Esporte que sua principal porta-voz será Marina Leite, a única CEO mulher no cenário de League of Legends no país. “A fusão da PRG com a Falkol nasce com valores de sustentabilidade e traz o equilíbrio necessário para nos mantermos na competição com emoção, racionalidade e resultados satisfatórios. Temos objetivos claros: colocar nossa organização no mais alto patamar de desempenho esportivo que o Brasil já conheceu. Com essa união de forças de gestão e liderança, esperamos potencializar os principais pontos de cada clube” – contou Marina, que também confirmou que toda a estrutura de gaming office em São Paulo será dedicada ao esport.

O atual CEO da Falkol, Aristóteles “Toti” Azevedo também mostrou empolgação com o novo projeto: “A Falkol nasceu de três palavras: determinação, força e coragem. Essas premissas nos unem à PRG, e não tenho dúvidas de que iremos inovar no mundo Gamer. Nascemos de forma sustentável, mas esperamos atrair todos os players do mercado, com grande estrutura, equipes competitivas que brigam por títulos, além de fortalecer nossa base de fãs e seguidores ao redor do Brasil e do mundo”.

As organizações também explicaram que a parceria não tem como foco apenas o CBLoL 2021 e pretendem investir em outras modalidades, como CS:GO, Valorant, Rainbow Six Siege, Free Fire, Fortnite e FIFA, além de criação de conteúdo voltada ao engajamento das torcidas – não é de hoje que a PRG investe no contato direto com o público e já era esperado que a Falkol Prodigy também o fizesse.

Marina Leite com o Dragão Azul

A identidade visual também terá a fusão das cores de cada equipe, o rosa e azul, com uniformes e brasões completamente repensados. Por enquanto, o único patrocínio confirmado para o projeto é o da ProGaming MegaStore, que atualmente investe na equipe da PRG e já fechou contrato até 2022 com a Falkol Prodigy. Segundo Marina, outros contratos também estão em negociação, já que todos os patrocínios tanto da PRG, como a DT3sports, quanto da Falkol, como a Redragon, se encerram ainda este ano.

Franquias em 2021

Foto: Bruno Alvares/Riot Games

Este ano foi o último do CBLoL no formato já consolidado, e a primeira das mudanças é a quantidade de times participantes para 2021: com a entrada do sistema de franquias, teremos 10 equipes disputando os próximos títulos no Brasil ao invés de 8, mas a possibilidade deste número ser ainda maior existe, porém não para o primeiro split do formato. A Riot Games prometeu divulgar as equipes selecionadas entre outubro e dezembro de 2020. Segundo o GE, além da Falkol Prodigy, estão na disputa pelas vagas as organizações INTZ, Gamelanders/Final Level, Rensga Esports, Flamengo Esports, Black Dragons, Black Hawks, Havan Liberty, Redemption eSports, paiN Gaming, KaBum! e-Sports, Team One, LOUD, Red Canids, Cruzeiro, Santos HotForex, FURIA e Vivo Keyd.

Clique para comentar