Diante de grandes produtoras de jogos como Nintendo, EA Games, Blizzard e muitas outras, torna-se um desafio competir no mercado de games. Isso não significa, entretanto, que é impossível alcançar o sucesso sendo uma empresa pequena, ou até mesmo um único game designer. Prova disso são alguns famosos jogos indie. Mas o que é um jogo indie? Que jogos de sucesso são esses?

Os ditos “jogos independentes”, ou “indie games”, são jogos que não são produzidos por empresas chamadas AAA, que são as grandes empresas do mercado de jogos digitais. Ou seja, são os jogos de pequenos desenvolvedores. Muitas vezes são feitos crowdfundings ou startups para os criadores dos jogos indie poderem trabalhar neles, pois muitos deles não têm dinheiro para produzir um jogo do zero.

Como foi dito, ser um pequeno projeto não limita um jogo indie. Ele pode muito bem ganhar bastante destaque, mesmo começando como uma iniciativa modesta. Que é o caso do jogo de computador mais vendido de todos os tempos: o Minecraft.

Minecraft

Minecraft - Um dos jogos Indie mais famosos no mundo
Minecraft. Foto: pixelstalk.net

Altamente aclamado pelo público, Minecraft ganhou inúmeros prêmios, e foi considerado um dos jogos mais populares e influentes do mundo. A primeira versão do game foi criada em um final de semana, por Markus “Notch” Persson. Desde então, o jogo recebe atualizações constantes, sendo a mais recente o Nether Update. O público reagiu muito bem a essa primeira versão, o que motivou Notch a continuar com o projeto. 

Minecraft é um jogo sandbox feito inteiro por “blocos”, sendo um mundo completamente cúbico e infinito. O jogador explora esse universo em busca de materiais e itens, para poderem construir praticamente qualquer coisa, sendo os limites apenas sua própria criatividade e, claro, o formato “quadradão” do game. É possível, também, adicionar mods ao programa, aumentando ainda mais as possibilidades dentro do jogo.

Stardew Valley

Stardew Valley
Fazenda em Stardew Valley. Foto: Steam

Outro sandbox indie que ficou bastante conhecido é Stardew Valley. O criador, Eric “ConcernedApe” Barone, diz que foi inspirado por uma franquia antiga, da Natsume, o Harvest Moon. Até ser oficialmente lançado e vendido, Barone desenvolveu o jogo sozinho por quatro anos. Em ambos Stardew Valley e Harvest Moon o jogador é incentivado a criar uma plantação em sua fazenda, criar amizades com os NPCs, casar com eles e até mesmo ter filhos. Stardew Valley trouxe várias inovações, porém, aos jogos de fazenda. Pela primeira vez, os fãs de Harvest Moon tiveram a opção de formar um casal homossexual, no jogo indie. Também foram implantados um sistema de crafting, irrigação, espantalhos e vários outros recursos, além de melhorias de qualidade de vida. 

Com seus gráficos retrô e pixelizados, Stardew Valley traz um ambiente nostálgico e relaxante. Diferente dos jogos de ação e estratégia, o jogador tem a possibilidade de descansar a cabeça um pouco, plantando sementes, pescando e interagindo com os personagens. Este game indie não tem fim nem objetivo, assim como Minecraft, e permite até três pessoas jogarem juntas.

Undertale

Undertale
Toriel, NPC de Undertale, e o player. Foto: strangerworlds.com

Undertale é outro jogo indie que conquistou o coração de muitos gamers. Com personagens e história cativantes, o RPG se mistura com um bullet hell, e traz uma aventura 2D para o jogador, em gráficos pixelizados que também criam um sentimento de nostalgia. Toby Fox desenvolveu Undertale sozinho, com exceção de alguns poucos gráficos. O game conquistou a comunidade principalmente por sua história, que aborda temas como amor e preconceito.

No RPG, o jogador controla uma criança que caiu no submundo, lugar habitado por monstros, estes que travam uma guerra contra os humanos há muitas gerações. O jogo mostra ao player, entretanto, que os monstros não são maus por natureza, que existem monstros maus, sim, mas que também existem os bons. Há duas formas de derrotar aqueles que te desafiam para uma batalha: atacá-los ou conversar com eles até que desistam da luta. Dependendo de suas escolhas entre matar ou não os monstros, o jogador pode ver diferentes finais para o game.

Compartilhar:

author