Connect with us

CS:GO

CS:GO: dead reconhece erro e se desculpa com a comunidade

Publicado

on

Quase um mês depois do escândalo no cenário de CS:GO envolvendo alguns coaches, Ricardo “dead” Sinigaglia, ex-treinador da equipe da MIBR, se manifestou em nota publicada em seu perfil pessoal do Twitter sobre atitudes tomadas pelo próprio após o anúncio das punições por parte da ESL. Em agosto, a organização divulgou que dead, MechanoGun (ex-Hard Legion) e HUDEN (Heroic) foram punidos por uso de bug dentro do jogo, que permitia que espectadores tivessem visão global do mapa de forma anônima, enquanto a Valve também divulgou punição aos times duas semanas depois.

CS:GO: dead pede desculpas
dead se explicou no Twitter sobre punição (Foto: Reprodução)

Sinigaglia, que ocupava também o cargo de manager do time, explicou no texto que solicitou que a Esports Integrity Commission (ESIC) revesse sua situação, e que, após explicação, entendeu e aceitou a réplica da organização, que alegou que a punição não foi referente ao compartilhamento de informações de dentro do jogo e que seria dada independente das atitudes dos treinadores, exceto caso os mesmos desconectassem ao notar o bug. Segundo a ESIC, “se você teve a chance de desconectar do servidor e não desconectou, você se coloca na posição a que vai contra a integridade do jogo”.

dead aceita punição

Reconhecendo seu erro por não ter reportado a situação aos responsáveis antes, dead disse concordar com os 6 meses de punição sofridos, que terminarão em março de 2021, mas reforçou que não fez uso do bug para favorecer sua equipe. “Quando você assiste aos clips/videos, dos quais estou envolvido, é possível ver claramente que nenhuma informação foi repassada e nenhum tipo de vantagem foi conquistada, mas sim, concordo com eles, eu tive a chance de desconectar e logo em seguida, e não o fiz como das outras vezes.” declarou em seu texto.

Treinador reconheceu erro, mas também reforçou sua defesa (Foto: HLTV)

O comunicado foi finalizado com um pedido de desculpas pelo desapontamento dos fãs e agradecimento pelas mensagens de conhecidos e desconhecidos no momento que o julgamento da comunidade de CS:GO foi tão forte. “no final do dia minha consciência está tranquila, e posso dormir em paz sabendo que nunca fiz algo para ferir meus companheiros de meu time, organização muito menos o jogo que tanto amamos.”

Demissão de dead

Na última semana a MIBR anunciou a demissão de TACO, fer e dead alegando necessidade de renovação no elenco. Fallen e kNg, remanescentes da equipe, se manifestaram publicamente sobre sua insatisfação com a decisão tomada pela organização, levando inclusive ao pedido de Fallen de deixar o time titular e ser colocado no banco. Devido aos problemas acumulados, o time se tornou inelegível para o IEM NY 2020, sendo substituída pela Chaos.

Clique para comentar